Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

CLÁSSICO

Corinthians bate o Santos por 2 a 0 e segue líder no Brasileirão

4 JUN 2017Por FOLHAPRESS07h:44

O Corinthians venceu o Santos por 2 a 0 na noite deste sábado (3), em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, e assumiu a liderança da competição, com dez pontos.

Todos os gols foram marcados no segundo tempo. O paraguaio Ángel Romero abriu placar aos 24 min aproveitando toque de cabeça de Jô para e colocando a bola no canto direito de Vanderlei. O atacante Jô fez o segundo aos 29 min. Após assistência de Jadson, fez o pivô para cima do zagueiro Lucas Veríssimo e bateu de primeira.

Com o tento, o atacante segue com a média de um gol por clássico na temporada. Agora são seis. Já o paraguaio fez o seu 19º gol no Itaquerão, se isolando como maior artilheiro do estádio.

Alguns minutos antes do primeiro gol, o zagueiro Pedro Henrique havia subido mais que a zaga do Santos e cabeceado para as redes, contando com falha de Vanderlei. A arbitragem, entretanto, considerou que Romero, que tentou desviar a bola quando estava em posição duvidosa, atrapalhou o goleiro na jogada. O lance gerou bastante polêmica entre os jogadores.

REI DOS CLÁSSICOS

O Corinthians, que ganhou todos os clássicos que disputou em 2017, é o líder da competição de maneira provisória, já que a rodada acaba apenas na segunda-feira (5) e pode ser ultrapassado pela Chapecoense ou pelo Cruzeiro. Os times se enfrentam no domingo (4), às 19h, no Mineirão, se houver empate o clube alvinegro se isola na liderança do Nacional.

O Santos, por sua vez, segue sua sina de não vencer clássicos na temporada. E pior: tampouco empata. Agora são quatro derrotas em quatro jogos contra os outros grandes do Estado.

A equipe está em 15º lugar na tabela de classificação, com 3 pontos, e pode até terminar a rodada na zona de rebaixamento. Para isso, o Avaí tem de vencer o Sport e o Atlético-MG derrotar o Palmeiras.

A derrota aumenta a pressão sobre o treinador Dorival Jr., que não é unanimidade na Vila Belmiro. Apesar de ainda estar vivo na Copa do Brasil e na Libertadores, a equipe não tem jogado um bom futebol em 2017.

Para tentar sair da má fase, o time enfrenta o Botafogo na quarta-feira (7), às 21h, no Pacaembu, estádio no qual venceu os últimos 19 jogos em que disputou.

O atacante Bruno Henrique, expulso na partida deste sábado, é desfalque certo.

Buscando manter a boa fase, o Corinthians vai ao Rio de Janeiro, também na quarta, onde enfrenta o Vasco, em São Januário, às 21h45.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon (Camacho); Jadson (Clayson), Rodriguinho (Fellipe Bastos) e Romero; Jô.
T.: Fábio Carille.

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz (Yuri), Lucas Veríssimo e Copete; Renato, Thiago Maia e Vladimir Hernández (Rafael Longuine); Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Rodrigão).
T.: Dorival Júnior.

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (todos do RS)
Público/Renda: 40.169/R$ 2.110.601,50
Cartões vermelho: Bruno Henrique (Santos)
Gols: Romero (COR), aos 24 minutos do segundo tempo; Jô (COR), aos 27 minutos do segundo tempo

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também