Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL 2019

Conmebol pune atraso do Flamengo e suspende Abel Braga por 1 jogo na Libertadores

Conmebol pune atraso do Flamengo e suspende Abel Braga por 1 jogo na Libertadores
23/04/2019 12:37 - ESTADÃO CONTEÚDO


 

Seguidos atrasos na volta do intervalo das partidas contra San José e Peñarol custaram caro ao Flamengo na Copa Libertadores. A Conmebol anunciou nesta terça-feira uma punição ao clube carioca por demorar além do tempo no retorno ao campo na derrota para o Peñarol, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no último dia 3, e, conforme previsto em regulamento, o técnico Abel Braga está suspenso do jogo contra a LDU, nesta quarta, em Quito, no Equador.

O Flamengo já tinha sido advertido por atraso na partida contra o San José, em Oruro, na estreia pela competição continental, e não escapou da punição na reincidência. De acordo com a Conmebol, os clubes têm 15 minutos "de apito a apito" no período de intervalo. O clube carioca estuda como recorrer, mas a medida é incontestável, já que é prevista no regulamento da competição como responsabilidade do treinador.

O clube já foi informado da punição e, assim, a tendência é que o auxiliar Leomir comande a equipe contra a LDU, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio Rodrigo Paz Delgado, conhecido como Casa Blanca, em Quito, pela quinta rodada do Grupo D.

Se Abel Braga está fora, o atacante Gabriel tem presença confirmada na partida. O jogador teve confirmada apenas a suspensão automática pela expulsão contra o Peñarol - cumprida contra o San José. Mas recebeu uma multa de US$ 1.500,00 (cerca de R$ 6 mil), que será debitada dos direitos de televisão do Flamengo.

A delegação rubro-negra chegou a Quito na noite de segunda-feira e treina nesta terça no estádio Atahualpa, em Quito. Abel Braga terá força máxima contra a LDU.

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.