Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

2 a 0

Com reservas e estreia de Deyverson, Palmeiras vence o Sport no Recife

23 JUL 2017Por FOLHAPRESS17h:29

Com estreia no ataque e um time praticamente reserva, o Palmeiras venceu neste domingo (23) o Sport por 2 a 0, na Arena Pernambuco, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo, a equipe paulista chegou a 26 pontos e ganhou a quinta posição na classificação, que antes era do próprio Sport, agora o sexto, com 24.

O técnico Cuca, que não contou com os atacantes Willian, machucado, e Borja, suspenso pelo terceiro amarelo, promoveu a estreia do recém-chegado Deyverson, que estava no Alavés da Espanha.

Centralizado, o estreante jogou ao lado de Keno, que substituiu Dudu -também suspenso-, e Erick, que teve a oportunidade na vaga de Roger Guedes, poupado pelo treinador palmeirense. Na partida, Deyverson mostrou muita disposição na marcação da saída de bola adversária durante os 90 minutos que esteve em campo.

No jogo, o Palmeiras também teve os desfalques de Michel Bastos e Tchê Tchê, suspensos, além do zagueiro colombiano Mina e do veterano Zé Roberto, poupados. O meia Alejandro Guerra e volante Felipe Melo nem viajaram para Recife.

Por outro lado, a equipe alviverde teve o retorno de Jean, que estava sendo preservado por causa de um desgaste na cartilagem do joelho direito. O atleta, que não atuava desde a partida contra o Atlético-GO, em 21 de junho, foi escalado na meia.

Bem postado em campo, o Palmeiras marcava o Sport no campo de ataque e conseguia neutralizar as investidas dos pernambucanos.

Quando atacava, o time paulista chegava com perigo, principalmente pelo lado direito. Foi deste lado, após um um escanteio cobrado por Egídio, que o volante Bruno Henrique abriu o placar aos 33 minutos do primeiro tempo, ao desviar a bola de cabeça para trás, encobrindo o goleiro Agenor.

Com mais liberdade em campo, graças ao poder de marcação do colega de posição Thiago Santos, Bruno Henrique puxou contra-ataque nos acréscimos da primeira etapa e fez ótimo lançamento para o atacante Keno, que dominou no peito e tocou na saída do goleiro para ampliar a vantagem: 2 a 0.

Pelo lado do Sport, o ex-cobiçado falso nove de Cuca, Diego Souza, pouco apareceu. Em lance no primeiro tempo, em disputa pelo alto, o meia acertou o rosto na cabeça do zagueiro Luan e teve que sair de campo para estancar um sangramento no nariz. Na segunda etapa, o jogador apareceu em cobrança de falta no travessão de Jailson, aos 14 minutos.

O goleiro palmeirense, que ganhou a posição de Fernando Prass desde a partida da última quarta (19), contra o Flamengo, segue sem perder em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Contando a edição do ano passado, são 20 jogos de invencibilidade. (14 vitórias e 6 empates).

Com uma postura mais recuada, o Palmeiras começou a dar campo ao Sport para tentar surpreender no contra-ataque. E foi assim, em boa jogada de Deyverson e Eric, que Keno teve duas chances na frente de Agenor para fazer o terceiro. Mas o arqueiro da equipe rubro-negra fez duas belas defesas.

Na próxima quarta-feira (26) o Palmeiras enfrenta o Cruzeiro pelo jogo de volta da Copa do Brasil, às 21h45, no Mineirão. Pelo Campeonato Brasileiro, o time paulista terá o Avaí no sábado (29), no Allianz Parque, às 19h.

SPORT
Agenor; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander (Rogério); Rithely (Thallyson) e Patrick; Everton Felipe (Thomás), Diego Souza e Mena; André. T.: Vanderlei Luxemburgo.

PALMEIRAS
Jailson; Mayke, Luan, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique, Thiago Santos, Bruno Henrique e Jean (Zé Roberto); Erik (Raphael Veiga), Keno (Róger Guedes) e Deyverson. T.: Cuca.

Gols: Bruno Henrique, aos 33min, e Keno, aos 47min do 1º tempo
Cartões amarelos: Rithely, André e Diego Souza (S); Juninho, Keno e Raphael Veiga (P)
Estádio: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Público: 42.025 presentes
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO)

Leia Também