Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

Estádio Nilton Santos

Com provocação e pênaltis, Botafogo e Coritiba empatam por 2 a 2 no Engenhão

11 JUN 2017Por G116h:16

Botafogo e Coritiba protagonizaram um jogo bastante movimentado. Com direito a provocação de Henrique Almeida (fez sinal do chororô), milagre do goleiro Wilson e dois pênaltis marcados para os visitantes, as equipes, no fim, empataram por 2 a 2, no Estádio Nilton Santos. Os paranaenses sempre saiam na frente e faziam os cariocas correrem atrás do prejuízo. Os gols foram marcados por Kleber Gladiador e Henrique Almeida, e Roger e Carli.

Mesmo jogando fora de casa, o Coritiba aproveitou os minutos iniciais para surpreender o Botafogo. Em 5min, duas jogadas perigosas, até que Rildo foi derrubado por Carli dentro da área e Kleber cobrou para abrir o placar. Os visitantes, porém, não conseguiram manter o ritmo por muito tempo.

Após sofrer o gol, o Botafogo finalmente acordou. Mais ligado, o time passou a buscar ataques em velocidade sempre que tinha espaço. Quando o Coritiba aparecia fechado, o Alvinegro trocava passes com inteligência. E foi assim que saiu empate. Em jogada que envolveu Pimpão, Gilson, João Paulo e Roger, que empurrou para esticar a rede.

Durante o intervalo, um casal de botafoguenses emocionou o público no estádio. Rodrigo, o namorado, surpreendeu e pediu Thais em casamento. Mas aí veio a reviravolta. A namorada revelou estar grávida e emocionou a todos no Nilton Santos. Foram preciso muitos lenços.

A velocidade de Rildo não combina com o estilo de jogo de Carli. Tanto que o argentino fez dois pênaltis no atacante (o segundo mais polêmico). Henrique pediu para bater a marcou com categoria. Na comemoração, provocou o Botafogo fazendo o sinal do 'chororô'. Clima esquentou.

Após cometer dois penaltis, Carli se lançou ao ataque tentando reduzir o prejuízo. O argentino teve sorte e competência. Em determinado momento, a bola sobrou para ele que não perdoou: 2 a 2.

Quando a partida já se encontrava 2 a 2, o Botafogo fazia de tudo pela virada. E teve uma grande oportunidade aos 30min, quando Montillo recebeu grande bola de Gilson e tocou no canto. Wilson operou milagre a fez grade defesa.

BOTAFOGO
Gatito; Arnaldo, Carli, Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Montillo), Bruno Silva (Wenderson) e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger (Renan Gorne)
T.: Jair Ventura

CORITIBA
Wilson; Dodô, Werley, Márcio e William Matheus; Alan Santos, Jonas, Tiago Real; Rildo (Iago) Henrique Almeida (Edinho) e Kleber (Alecsandro)
T.: Pachequinho

Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Daniel Paulo Zioli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelo: Bruno Silva, Gilson e João Paulo (BOT); Willian Matheus, Kleber e Henrique Almeida (CTB)

Gols: Kleber, aos 7 min, Roger, aos 22 min, do primeiro tempo; Henrique Almeida, aos 9 min, Carli, aos 20 min do segundo tempo

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também