Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mineirão

Com pênalti defendido no fim, Cruzeiro e Atlético-MG empatam

13 SET 15 - 18h:00Terra

Victor ganhou mais um motivo para ser chamado de santo pela torcida atleticana. O jogo estava empatado em 1 a 1, quando o Cruzeiro teve um pênalti nos acréscimos. Mais uma vez, o goleiro alvinegro mostrou ser um grande pecador de pênaltis, defendeu a cobrança de Willian que manteve a igualdade no placar, em um grande clássico no Mineirão.

No primeiro tempo, o Cruzeiro soube aproveitar sua única chance com Willian e saiu em vantagem para o intervalo. Logo no começo do segundo tempo, o chileno Mena foi o expulso e, com muita valentia, o time celeste segurou a vantagem até Carlos empatar no final do segundo tempo. Victor, nos acréscimos, ainda defendeu o pênalti cobrado por Willian. Com o resultado, a Raposa fica dois pontos acima da zona de rebaixamento, enquanto que o Galo vê o Corinthians abrir cinco pontos na liderança.

Na próxima rodada, ambos os times voltam a campo na quarta-feira, às 22h (de Brasília). O Cruzeiro joga mais uma vez em casa e recebe o Vasco, no Mineirão, enquanto que Atlético-MG novamente será visitante, desta vez contra o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo
Com o Mineirão recebendo um excelente público, o Cruzeiro começou a partida pressionando o Atlético-MG e criou a sua primeira chance aos quatro minutos. Marquinhos cobrou escanteio na área e Henrique desviou por cima.

Dois minutos depois, um grande vacilo da zaga cruzeirense. Henrique recuou a bola Bruno Rodrigo, que marcou bobeira, e Pratto fez a roubada. O argentino entrou na área, mas chutou fraco para Fábio defender. Aos oito, foi a vez de Jemerson perder a bola para Willian que passou para Alisson chutar para fora.

Com as duas equipes bem postadas no setor defensivo, ambos os times criam muito pouco e aparecem com pouca contundência no ataque até ser ultrapassada a metade do primeiro tempo quando, somente aos 29 minutos, surgiu uma nova chance de gol na partida. Marcos Rocha fez o cruzamento e Pratto, de carrinho, mandou por cima da meta de Fábio.

Sem agredir o Galo, o Cruzeiro chegou a seu gol após a zaga atleticana bater cabeça aos 37 minutos. Patric acabou desviando de cabeça para trás, e Alisson escorou para Willian. O homem do bigode foi mais rápido que Leonardo Silva e finalizou. A bola não foi tão forte, mas acabou passando por entre as pernas de Victor antes de entrar. Com 47 minutos, a Galo ainda levou perigo com Pratto, que desviou bola alçada na área, mas acabou finalizando ao lado da meta cruzeirense.

Correndo atrás do prejuízo, o Galo manteve a estratégia do primeiro tempo, de manter a posse de bola até encontrar espaços. Com cinco minutos, a equipe atleticana trabalhou a bola até Giovanni Augusto aproveitou o cruzamento para cabecear para fora.

Com sete minutos, Mena, que já tinha cartão, fez falta dura e acabou recebendo o vermelho. No minuto seguinte, Rafael Carioca deu a bola de presente para Alisson que, cara a cara com Victor, chutou fraco para o goleiro mandar para escanteio e salvar o Atlético-MG.

Com um a mais em campo, o Galo optou por explorar as jogadas aéreas, aproveitando os cruzamentos, mas também as bolas que sobravam na entrada da área. O Cruzeiro, no entanto, se mantinha firme no campo de defesa.

Com 30 minutos, o Atlético-MG finalmente chegou. Bruno Rodrigo cortou mal e a bola sobrou para Pratto finalizar. A bola ainda resvalou em Carlos, mas foi para fora. Um minuto depois, Jemerson aproveitou o escanteio para testar de dentro da pequena área, porém acabou mandando por cima.

Aos 40 minutos, Alisson lançou Fabricio que disparou pela esquerda. O lateral cruzou para Willian, mas o atacante não conseguiu a finalização. Dois minutos depois, após um bate-rebate, a bola sobrou para Charles que pegou mal na bola.

Aos 43 minutos, o Atlético-MG empatou. Dátolo cobrou escanteio na área e Carlos desviou de cabeça. A bola ainda bateu em Manoel antes de entrar. No minuto seguinte após o gol atleticano, Jemerson derruba Willian na área. Pênalti. Na cobrança, Victor defende e salva o Atlético-MG. Aos 49 minutos Fábio defendeu cobrança de Fábio e na sequência do lance, o goleiro ainda defendeu a finalização de Leonardo Silva.

Ficha Técnica 
Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) 
Data: 13 de setembro de 2015 (domingo) 
Horário: 16h (de Brasília) 
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA-RS) 
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (ESP-MG) e Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) 
Cartões Amarelos: Mena e Fabrício (Cruzeiro); Marcos Rocha, Giovanni Augusto, Leandro Donizete, Josué e Jemerson (Atlético-MG) 
Cartão Vermelho: Mena (Cruzeiro) 
GOLS: (Cruzeiro) Willian aos 37 minutos do primeiro tempo; (Atlético-MG) Carlos aos 43 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: 
Fábio; Ceará (Fabiano), Manoel, Bruno Rodrigo e Mena; Willians (Charles), Henrique, Cabral, Alisson e Marquinhos (Marquinhos); Willian 
Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-MG: 
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca (Dátolo), Leandro Donizete (Josué), Patric (Carlos), Luan e Giovanni Augusto; Pratto 
Técnico: Levir Culpi

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasileiro de motocross quer atrair <br>10 mil pessoas em Três Lagoas
EM JUNHO

Brasileiro de motocross quer atrair 10 mil pessoas em Três Lagoas

Estadual de taekwondo vai reunir centena de atletas em Campo Grande
ARTES MARCIAIS

Estadual de taekwondo vai reunir centena de atletas

Niki Lauda falece <br>aos 70 anos
AUTOMOBILISMO

Niki Lauda falece
aos 70 anos

Novo reforço e mais dois são inscritos pelo Corinthians na Sul-Americana
ALTERAÇÕES

Três são inscritos pelo Corinthians na Sul-Americana

Mais Lidas