FLORIDA CUP

Com gols de Lucas Lima e Willian, Palmeiras vence New York City

Com gols de Lucas Lima e Willian, Palmeiras vence New York City
18/01/2020 18:16 - ESTADÃO CONTEÚDO


 

O Palmeiras conquistou sua primeira vitória na temporada 2020 sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Neste sábado, em Orlando (EUA), derrotou o New York de virada por 2 a 1, pela segunda e última rodada do Torneio da Flórida. De Rosario abriu o placar para o time americano na etapa inicial. Lucas Lima e Willian fizeram os gols da virada palmeirense.

Com a vitória, o Palmeiras assumiu a liderança do grupo único com cinco pontos, contra três do Corinthians e um do Atlético Nacional (Colômbia). Corinthians e Nacional se enfrentam ainda neste sábado, às 19h30, horário de Brasília, no mesmo estádio.

Para ficar com o título do torneio, o Palmeiras torce por uma derrota do Corinthians. Em caso de empate, precisa de uma vitória nos pênaltis do time colombiano.

Após a participação no Torneio da Flórida, o Palmeiras retorna ainda neste sábado para o Brasil. Na quarta-feira, o time estreia no Campeonato Paulista, contra o Ituano, 19h15, em Itu.

Luxemburgo começou a partida com duas alterações em relação ao time que empatou (e venceu nos pênaltis) o Atlético Nacional na primeira rodada: Victor Luis ganhou uma chance na lateral-esquerda na vaga de Diogo Barbosa; no meio-campo, Gabriel Menino entrou no lugar de Patrick de Paula.

"Estamos fazendo experiências. O Victor é mais marcador, enquanto o Diogo é mais apoiador. O Gabriel foi muito bem contra o Atlético e queria ver o seu comportamento desde o começo", justificou o treinador.

O volante Matheus Fernandes, vendido para o Barcelona, e o meia Gustavo Scarpa, em negociação com o Almería (Espanha), acompanharam a partida em um dos camarotes do Exploria Stadium.

Na dupla zaga, o Vanderlei manteve Felipe Melo ao lado de Gustavo Gómez.

O confronto nem bem começou e Luxemburgo acabou forçado a realizar uma alteração no time. Logo aos 3 minutos, Bruno Henrique sentiu um desconforto na virilha no primeiro toque que deu na bola e pediu para ser substituído, dando lugar a Ramires

Na etapa inicial a estratégia do Palmeiras foi adiantar a marcação no campo de ataque e pressionar a saída de bola do New York.

O setor ofensivo mostrou boa movimentação, trocou passes com qualidade, mas faltou criar mais chances de gols e finalizar com perigo.

A melhor chance palmeirense na etapa inicial aconteceu aos 10 minutos. Gabriel Menino arrancou da intermediária e rolou para Dudu que, dentro da área, chutou forte para boa defesa de Stuver

O time americano, por sua vez, optou por sair tocando mesmo sob pressão, e manteve a posse de bola na maioria das vezes, esvaziando o plano brasileiro.

Depois de segurar a pressão inicial do Palmeiras, o New York cresceu no jogo e criou duas boas chances. Aos 30, Mitrita cobrou falta com perigo. Aos 34, Matarrita recebeu nas costas de Marcos Rocha, entrou na área e chutou cruzado, levando perigo a Weverton.

Quando a etapa inicial caminhava para o empate sem gols o time americano abriu o placar. Aos 46, Jasson driblou Ramires pela direita e cruzou, De Rosario se antecipou a Felipe Melo e acertou uma bela cabeçada no ângulo direito de Weverton.

No segundo tempo os dois técnicos utilizaram a partida para experiências. No intervalo, Ronny Deila trocou dez jogadores do New York e deixou apenas De Rosario em campo, substituído posteriormente.

Luxemburgo fez apenas uma substituição no intervalo. Colocou Willian no lugar de Raphael Veiga e esperou o gol de empate para efetuar novas alterações. Aos 10 minutos, Lucas Lima cruzou da esquerda, Willian se antecipou ao zagueiro, não conseguiu o desvio, mas enganou o goleiro, e a bola balançou as redes.

Após o gol, o treinador mandou a campo, Mayke, Luan, Pedrão, Diogo, Patrick, Gabriel Veron, Zé Rafael, Wesley, Jailson e Alan

Esvaziado de seus principais jogadores, a partida caiu tecnicamente e foi através de um erro individual do time americano que o Palmeiras virou o jogo.

Aos 27, Zé Rafael se aproveitou da falha do zagueiro, roubou a bola no ataque e tocou para Willian que, dentro da área, chutou para marcar seu segundo gol no jogo.

FICHA TÉCNICA

NEW YORK FC 1 x 2 PALMEIRAS

GOLS: De Rosário, aos 46 minutos do 1º tempo; Lucas Lima, aos 10 e Willian aos 27 minutos do 2º tempo.

NEW YORK FC: Stuver (Barraza); Tinnerholm (Scally), Chanot (Ibeagha), Callens (Sands) e Matarrita (Rocha); Mitrita (Torres), Parks (Haak), Ring (Zelalem) e Mackay-Steven (Fortune); Maxi Moralez (Andres Jasson) (Lansade) e De Rosário (Kapanadze). Técnico: Ronny Deila.

PALMEIRAS: Weverton (Jailson); Marcos Rocha (Mayke), Felipe Melo (Pedrão), Gustavo Gómez (Luan) e Victor Luis (Diogo Barbosa); Bruno Henrique (Ramires) (Zé Rafael), Gabriel Menino (Patrick de Paula) e Lucas Lima (Alanzinho); Dudu (Gabriel Veron), Luiz Adriano (Wesley) e Raphael Veiga (Willian). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CARTÕES AMARELOS: Amarelos: Andres Jasson, Gabriel Menino, Zé Rafael, Haak.

JUIZ: JJ Bilinsk (EUA).

RENDA E PÚBLICO: Não divulgados.

LOCAL: Exploria Stadium, em Orlando (EUA).

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".