Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Brasileirão

Com dois a mais, Atlético-PR empata sem gols com Joinville

5 SET 15 - 22h:11band

Em um jogo confuso, com quatro expulsos na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense, com um jogador a mais desde o primeiro tempo, não passou de um empate sem gols diante do Joinville, perdendo seu lugar no G4 do Campeonato Brasileiro. Com 37 pontos, os donos da casa foram ultrapassados pelo São Paulo na classificação. Já o JEC, com 21 pontos, permanece na penúltima colocação, na zona de rebaixamento.

A partida começou sem emoção da Baixada, com o Furacão tendo a posse de bola na maior parte do tempo, mas sem a inspiração das últimas rodadas para atacar. Aos 10 minutos, o primeiro lance de real perigo. Marcos Guilherme recebeu na marca do pênalti passe açucarado e finalizou para grande defesa do goleiro Agenor, no puro reflexo. Aos 13, Sidcley abriu espaço para finalizar e mandou pela linha de fundo, com perigo.

O Atlético tentava se soltar, mas o JEC esperava qualquer erro para contra-atacar. Aos 15 minutos, Kadu tropeçou e deixou a bola para seu xará Kadu, que arrematou em cima de Weverton. Kempes partiu para a jogada individual, aos 24 minutos, entrou pelo meio da defesa atleticana e chutou no cantinho para mais uma defesa de Weverton.

Enquanto os catarinenses viviam seu melhor momento na primeira etapa, Diego, aos 28 minutos, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. O Furacão, por sua vez, não conseguia aproveitar a vantagem numérica. O melhor em campo pelos donos da casa era o técnico Milton Mendes, que em duas ocasiões matou no peito a bola que saiu pela lateral e chegou a ensaiar algumas embaixadinhas. Aliás, quem teve a grande chance foi o Joinville, com Edson Ratinho, dentro da área, arrematando por cima da meta.

Precisando atacar, o Atlético-PR voltou para a segunda etapa com Ewandro no lugar do volante Deivid. Em sua primeira chance, aos três minutos, o atacante recebeu perto da área, dominou e chutou para fora. Aos cinco, foi a vez de Hernani arrematar de longe, para fora. Desespero em campo aos 15 minutos, com uma trombada de Lucas Crispim com Kadu. O jogador catarinense desabou no chão desacordado e saiu de ambulância, já consciente.

Com a bola rolando, aos 22 minutos, Edson Ratinho recebeu lançamento em liberdade mas, antes do arremate, o árbitro parou para marcar impedimento. O Furacão voltou a ganhar fôlego e tentava pressionar. Aos 28 minutos, Marcos Guilherme armou o chute de frente para o gol e Bruno Aguiar apareceu para salvar. Eduardo chegou pela direita, aos 36 minutos, viu a entrada de Walter, mas não conseguiu o passe.

Quando tinha praticamente 80% de posse de bola e pressionava, o Rubro-Negro paranaense perdeu o meia Marcos Guilherme expulso após se desentender na área com Alef, que também recebeu o vermelho. O clima era tenso, com muito bate-boca entre os atletas e algumas entradas mais fortes. Com 10 minutos de acréscimo, o Atlético teve tempo para buscar o gol, mas os jogadores do Joinville se entregaram totalmente à marcação para garantir o ponto fora de casa. Ainda deu tempo para Edson Ratinho ser expulso após chutar uma segunda bola para o gramado.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Figueirense, quarta-feira, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já o Joinville recebe no mesmo dia a Chapecoense, na Arena Joinville.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Estadual de taekwondo vai reunir centena de atletas em Campo Grande
ARTES MARCIAIS

Estadual de taekwondo vai reunir centena de atletas

Niki Lauda falece <br>aos 70 anos
AUTOMOBILISMO

Niki Lauda falece
aos 70 anos

Novo reforço e mais dois são inscritos pelo Corinthians na Sul-Americana
ALTERAÇÕES

Três são inscritos pelo Corinthians na Sul-Americana

Seleção começa a se apresentar na Granja Comary nesta quarta-feira
COPA AMÉRICA

Seleção começa a se apresentar na Granja Comary

Mais Lidas