Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Futebol

CBF convida Maradona para comentar clássico com Pelé, mas argentino recusa

CBF convida Maradona para clássico com Pelé, mas argentino recusa

30 MAI 17 - 09h:18FolhaPress

Maradona estava nos planos da CBF para fazer uma tabelinha com Pelé na transmissão do clássico contra a Argentina, no dia 9, na Austrália.

O amistoso vai marcar a estreia do novo projeto de comunicação da entidade, que prevê a produção e a exibição dos amistosos da seleção brasileira. O maior ídolo do futebol argentino foi procurado no início do mês por dirigentes da CBF para participar da transmissão. O negócio não foi fechado por causa dos compromissos de Maradona com o Al-Fujairah. Ele é o treinador do time dos Emirados Árabes.

A partir do dia 9, a CBF vai transmitir os jogos da seleção. Até o ano passado, a Globo transmitia com exclusividades todos os amistosos da seleção. Para viabilizar o projeto, a confederação já comprou horário na TV Brasil para exibir a partida.

A Bandeirantes deve ser anunciada como parceira nesta terça (30). A confederação fará o mesmo com a emissora sediada em São Paulo. No dia 13, a equipe de Tite vai enfrentar a Austrália, em Melbourne.
A iniciativa da CBF segue uma tendência mundial no esporte. Atualmente, clubes e ligas já começam a produzir seus próprios eventos. Os dirigentes da confederação acreditam que vão arrecadar mais ao vender os seus produtos diretamente aos anunciantes nas mais diferentes plataformas.

Nesta segunda (29), a Globo informou, em nota, não concordar com o modelo escolhido pela CBF e que buscou um acordo, sem sucesso.

A emissora tem os direitos de transmissão para as partidas das eliminatórias para a Copa da Rússia, em 2018. Também exibirá o Mundial do próximo ano, assim como o de 2022, no Qatar. Mas, para as próximas eliminatórias, não há nenhum contrato assinado e a CBF estuda usar seu próprio projeto de transmissão.

Para os dois amistosos na Austrália, a confederação tenta fechar acordo com o Facebook para mostrar as partidas pela internet, com cotas publicitárias de R$ 2,3 milhões cada. Um canal fechado também deve receber o conteúdo da TV CBF.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ANOS 90

Com torneio como opção por vagas no Mundial, CBF é contra volta da Supercopa

Torneio reunia os campeões da Copa Libertadores
"Pra que eu teria dez Ferraris? Prefiro ajudar meu povo", diz jogador do Liverpool
SADIO MANÉ

"Pra que eu teria dez Ferraris? Prefiro ajudar meu povo", diz jogador do Liverpool

Maracanã vai sediar a final da Copa Libertadores de 2020
FUTEBOL 2019

Maracanã vai sediar a final da Copa Libertadores de 2020

FUTEBOL 2019

À espera de Coudet, Inter visita o Avaí para voltar a vencer no Brasileiro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião