Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VÔLEI DE PRAIA

Campeã, Victoria soma terceira medalha no Sul-Americano

A final em Camaçari foi disputada no domingo

22 ABR 19 - 18h:16JONES MÁRIO

A dupla da sul-mato-grossense Victoria com a sergipana Tainá venceu a etapa de Camaçari (BA) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia. Foi a terceira medalha da parceria após cinco fases do torneio.

A final em Camaçari foi disputada no domingo (21), quando Victoria e Tainá venceram as compatriotas Andressa e Diana (PB/RJ) por 2 sets a 0 (21/12 e 21/17). A atleta do Estado comentou sobre o título ao site oficial da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

“Estou feliz demais por conquistar mais esse ouro, a gente sabia que esses dois jogos de hoje [domingo], da semifinal e final, seriam muito difíceis. O nosso time conseguiu superar todas as dificuldades, a temperatura estava alta, mas deu tudo certo. Os times se conhecem bem, se enfrentam com frequência. Fico feliz. E mais legal foi que as três duplas do pódio foram brasileiras, a festa foi completa”, disse.

A medalha de bronze em Camaçari ficou com Carolina Horta e Ângela (CE/DF).

Victoria e Tainá já haviam faturado a medalha de ouro na segunda etapa do Circuito, em Coquimbo, no Chile. Em Brasília (DF), pela quarta fase, a dupla só caiu na decisão e terminou com a prata. O time não disputou as paradas de São Francisco do Sul (SC) e Lima, no Peru.

Depois de cinco ouros em cinco etapas, o Brasil lidera com folga o ranking do naipe feminino do Sul-Americano, com 1.000 pontos. A Argentina aparece em segundo, com 760 pontos.

O pódio masculino em Camaçari também foi 100% brasileiro. Ricardo e Vinícius (BA/ES) ficaram com a dourada após vitória sobre Jô e Léo Vieira (PB/DF) na decisão. Matheus Maia e Vinícius Cardoso (RJ) garantiram o bronze.

O Brasil também é líder isolado do ranking masculino, com 900 pontos, seguido pelo Chile, que soma 800 pontos.

O Circuito Sul-Americano tem cinco etapas regulares e dois torneios finais, com formato diferente, maior pontuação e premiação. As duas últimas fases serão em Resistencia, na Argentina, para o naipe feminino, e Brasil, em cidade ainda indefinida, no masculino.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após frieza paulista, Brasil crê em calor baiano pela classificação
COPA AMÉRICA 2019

Após frieza paulista, Brasil crê em calor baiano pela classificação

Com Marta, Brasil encara Itália para garantir vaga
COPA DO MUNDO FEMININA 2019

Com Marta, Brasil encara Itália para garantir vaga

Chile se acerta e abre sua Copa América com goleada sobre o Japão
FUTEBOL 2019

Chile se acerta e abre sua Copa América com goleada sobre o Japão

Noruega, Espanha e China estão nas oitavas de final
COPA DO MUNDO FEMININA

Noruega, Espanha e China estão nas oitavas de final

Mais Lidas