Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Mundial

Campeã olímpica, Martine Grael disputará regata de volta ao mundo

21 JUL 2017Por FolhaPress12h:51

A campeã olímpica Martine Grael, 26, vai disputar a Volvo Ocean Race, principal regata de vela oceânica do mundo, como forma de melhorar sua preparação para defender o título nos Jogos de Tóquio-2020.

A velejadora, que subiu ao topo do pódio na Rio-2016 na classe 49er FX ao lado de Kahena Kunze, fará parte da equipe holandesa Akzo Nobel.

Além dela, outro brasileiro integrará o time: Joca Signorini, 40, que disputou os Jogos Olímpicos de Atenas-2004 na classe Finn.

Martine, seu pai, o velejador bicampeão olímpico Torben Grael, e o COB (Comitê Olímpico do Brasil) entendem que a participação em um prova de volta ao mundo fará com que ela evolua tecnicamente e fisicamente em sua prioridade, que é buscar o bicampeonato olímpico no Japão.

Torben, por sinal, foi campeão da Volvo Ocean Race, em 2009, com o barco Ericsson.
A avaliação é que fazer parte de uma equipe grande, com mais de dez integrantes, pode lhe dar mais experiência e quebrar a rotina de anos na classe 49er FX -que é disputada em dupla.

O ingresso de Martine na regata foi aprovado por Kahena e pelo técnico da dupla, o espanhol Javier Torres.

Antes de ser aceita, ela fez treinamentos de adaptação na equipe holandesa e também na espanhola Mapfre.

A Volvo Ocean Race tem início em 11 de outubro, em Alicante, na Espanha, e passará por outras por outras 11 etapas em cidades ao redor do mundo -;uma delas em Itajaí, em Santa Catarina- até seu desfecho em Haia, na Holanda, no final de junho de 2018.

Provavelmente, Martine não estará em todas as paradas, até porque o foco é manter a preparação para a classe olímpica. A única aparição já assegurada é na etapa de Itajaí.

Enquanto estiver nos nove meses de compromisso com a Volvo, sua parceira e também campeã olímpica Kahena Kunze deve encontrá-la para fazer treinamentos de acordo com a disponibilidade.
Ambas também devem disputar algumas competições na 49er FX nesse período.

Depois de junho de 2018, elas se dedicarão exclusivamente à classe olímpica. Dois meses depois, em agosto, elas participarão do Campeonato Mundial de vela, em Aarhus, na Dinamarca.


 

Leia Também