Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 26 de setembro de 2018

BRASILEIRÃO 2018

Botafogo vence América-MG e se afasta da zona de rebaixamento

16 SET 2018Por DA REDAÇÃO14h:36

O Botafogo aproveitou o fator casa e derrotou por 1 a 0 o América-MG, neste domingo, no Nilton Santos. Com o resultado, os alvinegros chegaram a 29 pontos e se afastaram da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Já os mineiros seguem com 30, no meio da tabela de classificação da Série A.

O Botafogo foi melhor, principalmente no primeiro tempo, quando pressionou e acabou marcando o gol da vitória, com Rodrigo Lindoso. O América-MG criou pouco no ataque e saiu de campo com mais uma derrota fora de casa.

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o Vitória, e Salvador, no domingo. No dia anterior, o América-MG vai enfrentar o São Paulo, no Morumbi.

O JOGO

O Botafogo iniciou a partida buscando pressionar o América-MG no campo de defesa. Os alvinegros assustaram logo com um minuto, em chute de Leo Valencia. Depois, foi a vez de Kieza tentou aproveitar um cruzamento na área, mas o goleiro João Ricardo estava atento para fazer a defesa.

Aos poucos, o América-MG passou a avançar e teve sua primeira chance aos 14 minutos. Wesley recebeu passe de Juninho e chutou com perigo. Só que o Botafogo seguia melhor e respondeu aos 21. Após escanteio, Igor Rabello escorou para Joel Carli, que cabeceou por cima do travessão.

De tanto insistir, o Botafogo abriu o placar aos 23 minutos. Marcinho cruzou pela direita e Rodrigo Lindoso se antecipou a marcação para cabecear para a rede.

O revés fez o América-MG buscar o ataque com mais intensidade. Os visitantes quase empataram aos 31 minutos, quando Matheusinho recebeu passe na área, mas foi travado por Moisés na hora da finalização. O Botafogo recuou e permitiu que os mineiros equilibrassem o confronto.

No entanto, o que se viu depois disso foi muita correria e pouca produção. As duas equipes passaram a errar muito no setor ofensivo e não levaram mais perigo ao adversário até o intervalo.

No segundo tempo, o América-MG veio com outra postura e disposto a empatar o jogo. Os visitantes quase marcaram aos cinco minutos, em chute de Luan que foi pela linha de fundo. Só que este foi o único lance de perigo criado pelos mineiros. O Botafogo acertou a marcação e conseguia segurar a posse de bola.

Após um período sem emoção, o América-MG teve nova oportunidade de marcar aos 21 minutos. Rafael Moura cruzou rasteiro para a área e viu Moisés tentar o corte, mas acertar a goleiro Saulo. Para sorte dos donos da casa, a bola foi para fora.

O confronto seguia com o mesmo panorama. O América-MG buscava o empate, mas sem muita criatividade. Já o Botafogo controlava a posse de bola, só que pecava no setor ofensivo. Os donos da casa só assustaram aos 33 minutos, em chute de Aguirre.

Nos minutos finais, a situação dos visitantes se complicou quando o atacante Luan discutiu com o lateral esquerdo Gilson, que estava no banco de reservas do Botafogo, e ambos acabaram expulsos. Assim, o América-MG ficou com um a menos no campo. Com a vantagem numérica, os donos da casa apenas administraram o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de setembro de 2018 (Domingo)
Horário: 10h (e MS)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Luciano Benevides de Sousa (DF)
Renda: R$ 222.515,00
Público: 22.089 pagantes
Cartões amarelos: Jean (Botafogo); Messias (América-MG)
Cartões vermelhos: Gilson (Botafogo); Luan (América-MG)
GOLS
BOTAFOGO: Rodrigo Lindoso, aos 23min do primeiro tempo

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean (Matheus Fernandes), Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão) e Leonardo Valencia; Erik e Kieza (Aguirre)
Técnico: Zé Ricardo

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Norberto (Ruy), Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Leandro Donizete, David (Robinho), Juninho, Wesley (Rafael Moura) e Matheusinho; Luan
Técnico: Adilson Batista

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também