Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

IBGE abre processo seletivo com 2,8 mil vagas para o Censo 2020

Há oportunidade para todos os municípios do Estado e salário é de até 2,1 mil
05/03/2020 15:44 - Glaucea Vaccari


 

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu inscrições em processo seletivo com 2.865 vagas para o Censo 2020 em Mato Grosso do Sul. Inscrições começam hoje (5) e seguem até o dia 24 de março, com oportunidade em todos os 79 municípios do Estado.
 

São dois processos seletivos, sendo para agentes censitários municipais/agentes censitários supervisores e para recenseadores. São oferecidas 84 vagas para agentes censitários municipais e 306 vagas para agente censitário supervisor, ambos de nível médio e remuneração de R$ 1,7 mil e R$ 2,1 mil, respectivamente. Os agentes censitários municipais serão responsáveis pela coordenação da coleta do Censo 2020 e os demais agentes censitários supervisionam as equipes de recenseadores.
As demais 2.475 vagas são para recenseadores, de nível fundamental, que irão trabalhar na coleta de informações, entrevistando moradores em suas residências. Estes profissionais serão remunerados por produtividade, de acordo com o número de domicílios visitados.

Vagas são temporárias e contratos terão duração prevista de três meses, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE. Profissionais contratados terão direito a férias e 13º salário proporcional ao período trabalhado.

Inscrições devem ser realizadas pela internet, no site da Cebraspe, organizadora do processo seletivo. Taxa para os cargos de nível médio e R$ 35,80 e para recenseador é de R$ 23,61.

Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será realizada no dia 17 de maio para agentes censitários e no dia 24 de maio para recenseadores. Resultado final será divulgado no dia 3 de julho.

No Estado, além das vagas disponíveis na área urbana em todos os municípios, há vagas específicas para Terras Indígenas e Assentamentos em Antônio João, Aquidauana, Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti, Miranda, Nioaque, Paranhos, Porto Murtinho, Corumbá, Japorã, Tacuru, Caarapó, Amambai e Dourados.

Conforme o edital, o ideal é que os recenseadores aprovados no processo seletivo sejam moradores das próprias localidades onde irão trabalhar, para economia de custos com deslocamentos.

 

Confira o edital completo do processo seletivo

 

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...