Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ELEIÇÕES 2018

Eleição em Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno

Decisão saiu antes da apuração completa das urnas eletrônicas

7 OUT 18 - 18h:26JONES MÁRIO

A eleição para a gestão 2019-2022 do governo de Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno. O atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), voltarão a disputar a preferência dos eleitores no dia 28 de outubro.

Com 100% das urnas eletrônicas do Estado já apuradas, Azambuja somou 44,61% dos votos válidos, correspondentes a 576.993 eleitores. Odilon de Oliveira acumulou 31,62%, equivalentes a 408.969 votos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB) teve 11,61% dos votos, com 150.115 eleitores. Humberto Amaducci (PT) somou 10,26%, com 132.638; seguido por Marcelo Bluma (PV), com 1,28% da preferência e 16.544 votos. João Alfredo (PSOL), terminou em último, com 0,63% e 8.095 eleitores.

Os votos válidos somaram 1.293.354, correspondentes a 87,47%. Os votos nulos acumularam 116.509 (7,88%), enquanto os em branco chegaram a 68.779 (4,65%).

Dos 1.876.929 eleitores de Mato Grosso do Sul, 398.287 não foram às urnas eletrônicas, índice correspondente a 21,22% de abstenção.

*matéria editada às 22h05min para atualização de informações  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Mais Lidas