Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018

Eleição em Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno

Decisão saiu antes da apuração completa das urnas eletrônicas

7 OUT 2018Por JONES MÁRIO18h:26

A eleição para a gestão 2019-2022 do governo de Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno. O atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), voltarão a disputar a preferência dos eleitores no dia 28 de outubro.

Com 100% das urnas eletrônicas do Estado já apuradas, Azambuja somou 44,61% dos votos válidos, correspondentes a 576.993 eleitores. Odilon de Oliveira acumulou 31,62%, equivalentes a 408.969 votos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB) teve 11,61% dos votos, com 150.115 eleitores. Humberto Amaducci (PT) somou 10,26%, com 132.638; seguido por Marcelo Bluma (PV), com 1,28% da preferência e 16.544 votos. João Alfredo (PSOL), terminou em último, com 0,63% e 8.095 eleitores.

Os votos válidos somaram 1.293.354, correspondentes a 87,47%. Os votos nulos acumularam 116.509 (7,88%), enquanto os em branco chegaram a 68.779 (4,65%).

Dos 1.876.929 eleitores de Mato Grosso do Sul, 398.287 não foram às urnas eletrônicas, índice correspondente a 21,22% de abstenção.

*matéria editada às 22h05min para atualização de informações  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também