Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

fábrica

Venda da Eldorado pode
ser definida nesta semana

Termina hoje prazo de exclusividade com Arauco

3 AGO 2017Por DA REDAÇÃO05h:30

Depois de definir a venda da Vigor para o grupo mexicano Lara, os irmãos Batista se preparam para decidir o futuro do grupo J&F no controle da fábrica de celulose Eldorado Brasil, em Mato Grosso do Sul.

Hoje, vence o prazo de exclusividade da companhia chilena Arauco com a J&F. A empresa, que já atua no setor de madeira, firmou contrato de exclusividade de 45 dias, no fim de junho, para analisar os números da fábrica de celulose.

Desde então, auditoria e visitas à planta fabril, situada em Três Lagoas, foram realizadas pelo grupo chileno, que detectou R$ 500 milhões em passivos. Ainda de acordo com fontes de mercado, a companhia teria oferecido cerca de R$ 14 bilhões pela fábrica. 

Porém, permanece na briga a Fibria, que também tem uma fábrica de celulose em Três Lagoas. Caso o negócio entre J&F e Arauco não se firme, a empresa brasileira deverá apresentar proposta de compra do ativo. A companhia estaria somente aguardando o término do contrato de confidencialidade.

Embora tenha nove unidades no Brasil no setor de madeira (fabricação de painéis de MDF), a Arauco não produz celulose no País.

Com a Eldorado, os chilenos ganhariam mais relevância mundial no segmento. A companhia tem unidades no Uruguai, Argentina, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha, Portugal e África do Sul. A fábrica de celulose dos Batistas tem capacidade de produção anual de até 1,7 milhão de toneladas de celulose por ano.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também