Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PIRES NA MÃO

Trad critica falta de recursos da União para Capital

Nenhuma cidade de MS foi contemplada com os R$ 920,3 milhões da União
10/07/2019 14:26 - EDUARDO PENEDO e BRUNA AQUINO


 

O prefeito Marcos Trad (PSD) continua criticando a falta de repasse da União para a capital morena e diz que vai cobrar da bancada federal de Mato Grosso do Sul, no Congresso, para que consiga recurso para Campo Grande. “Nós estamos enfrentando uma escassez de recursos tanto da União quanto do Estado, Campo Grande tem sobrevivido na graça e a benção de Deus. Nós vamos acionar os senadores e os deputados federais saber qual a razão de uma capital que vai atingir quase 1 milhão de habitantes dos 5.570 municípios vai ser a décima oitava cidade do país atingir um milhão de habitantes fica de fora de recurso que nós enviamos Federal o que engorda o cofre da união é o imposto do campo-grandense e eles estão pegando nossos impostos estão distribuindo para São Paulo para Belo Horizonte , Salvador e não estão devolvendo para nossa cidade”, explica. 

Na segunda-feira (8), o governo federal publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, 34 portarias com o desembolso de R$ 920,3 milhões. Os recursos atendem municípios de 25 estados. Os valores são destinados a complementar gastos das prefeituras com serviços de assistência básica, e de média e alta complexidade. Mato Grosso do Sul não foi contemplado em nenhum dos 79 municípios.

“Nós vamos acionar os senadores é para isso que a bancada de senadores é igualitária no país todo, a mesma representatividade de São Paulo tem em número de senadores é o mesmo que Mato Grosso Sul por isso eles têm que ser tão eficientes tanto quanto para aqueles que estão em São Paulo”, critica o prefeito pela falta de ação dos senadores do Estado. 

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!