Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ANTIGO OUTLET

Shopping rural poderá iniciar
operação a partir de março

Empreendimento abrigará lojas do setor rural

11 FEV 19 - 04h:00ALINE OLIVEIRA

O projeto do Shopping Outlet, que deverá ser agora um shopping do agronegócio de Campo Grande, poderá operar no próximo mês. A estimativa é do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Agronegócio (Sedesc), Abrahão Malulei Neto. Ele ressalta que o empreendimento começou a ser feito em 2014, com investimento inicial de R$ 30 milhões e  localizado entre as saídas de Sidrolândia e Aquidauana, no núcleo industrial do Indubrasil.

Em outubro do ano passado, o grupo empresarial responsável reformulou a proposta e as 115 lojas passarão a comercializar produtos agropecuários, estabelecendo-se como o primeiro shopping rural do Estado. Conforme os proprietários, serão comercializadas desde sementes até aeronaves agrícolas.

Segundo o titular da Sedesc, a mudança de segmento foi uma decisão positiva, pois a matriz econômica do Estado propicia espaços como o shopping. “O empreendimento atrairá grandes negócios para nossa cidade, por isso acredito que a decisão de focar no segmento agropecuário foi acertada. A previsão é de que as atividades tenham início em março”, antecipa.

MAIOR RIGOR 
O secretário acrescenta que Campo Grande vem se tornando o centro das atenções na Região Centro-Oeste do País. “Percebemos que os empresários têm avaliado o potencial da Capital e do Estado. Então, as propostas que recebemos variam do setor alimentício até a fabricação de carros. Por isso, temos que aproveitar esse bom momento para firmarmos parcerias que resultarão na geração de empregos e no desenvolvimento local”, conclui.

APROVAÇÃO 
Na semana passada, na primeira reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Grande (Codecon), foram aprovados quatro projetos com previsão de investimentos na casa de R$ 80 milhões e criação de 225 novos empregos em Campo Grande.
As empresas beneficiadas estão nas áreas de combustíveis, perfis metálicos, papel, agropecuária, entre outros.

BALANÇO 
Já em 2018, o Codecon realizou 12 reuniões, aprovando 40 projetos com previsão de investimentos na casa de R$ 146 milhões e criação de 897 novos empregos.
No mesmo período, a Câmara Municipal aprovou 18 projetos oriundos do Codecon e todos eles foram imediatamente sancionados pelo prefeito Marcos Trad, injetando R$ 160 milhões na economia local e criando 805 novos postos de trabalho.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeitura quer arrecadar <br>R$ 450 milhões com o IPTU
IMPOSTO

Prefeitura quer arrecadar
R$ 450 milhões com o IPTU

Receita irá devolver R$ 27,3 milhões do Imposto de Renda em MS
RESTITUIÇÃO

Receita irá devolver
R$ 27,3 milhões do Imposto de Renda em MS

BNDES lança site para ampliar transparência e acesso a informações
NOVIDADE

BNDES lança site para ampliar transparência e acesso a informações

Com imposto menor, preço do etanol em MS só deve baixar no fim de semana
COMBUSTÍVEL

Com imposto menor, preço do etanol só deve baixar no fim de semana

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião