Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

IBGE

Serviços recuam 0,3% em janeiro, mas crescem em relação a início de 2018

Na comparação com janeiro do ano passado, o setor acumulou ganho de 2,1%

15 MAR 19 - 10h:21FOLHAPRESS

O volume de serviços na economia brasileira recuou 0,3% em janeiro frente a dezembro de 2018, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta (15). 

Por outro lado, na comparação com janeiro do ano passado, o setor acumulou ganho de 2,1%. É a maior evolução nessa base de avaliação desde março de 2015, quando cresceu 2,3%.

"Em uma análise mais ampla, essa ligeira queda no resultado mensal não chegou a anular a média que se acumulou entre novembro de 2018 e janeiro deste ano", afirmou em nota o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Duas das cinco atividades monitoradas pela pesquisa recuaram frente a dezembro de 2018. O segmento de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio caiu 0,6% e o setor de serviços de informação e comunicação, 0,2%. 

Juntos, os dois setores representam 63% dos serviços no país.

Na nota, o IBGE atribui boa parte da queda no serviços de informação e comunicação à menor receita na atividade de desenvolvimento e licenciamento de programas de computador no período, o que seria normal em início de trimestre.

Dos setores que cresceram, serviços profissionais, administrativos e complementares subiu 1,7%, após ter caído 1,6% em dezembro.

Também foram registradas altas de 4,8% em outros serviços, que engloba atividades como compra, venda e aluguel de imóveis e manutenção de veículos automotores, e de 1,1% em serviços prestados às famílias. 

Os serviços das atividades turísticas cresceram tanto em relação a dezembro de 2018 (3,2%) quanto em comparação com janeiro de 2018 (3,8%) interrompendo quatro quedas seguidas nessa comparação.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TERRAS

Entenda o que muda com a MP da regularização fundiária

Aeroporto da Capital já transportou 3,5 mil toneladas em 2019
HUB DE CARGAS

Aeroporto da Capital já transportou 3,5 mil toneladas em 2019

Com alta de 4,40%, preço médio da gasolina beira o recorde de 2019
AUMENTO

Com alta de 4,40%, preço médio
da gasolina beira o recorde de 2019

Fábrica em Ribas do Rio Pardo deve gerar até 7 mil empregos
DESENVOLVIMENTO

Fábrica em Ribas do Rio Pardo deve gerar até 7 mil empregos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião