Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Retirada mensal

Saída de dólares supera em US$ 4,3 bi
a entrada da moeda americana

5 JUL 17 - 15h:28G1

O Banco Central registrou saída de dólares supeior o ingresso da moeda norte-americana em US$ 4,3 bilhões no mês de junho. Foi a maior retirada mensal de recursos para um mês fechado desde fevereiro, quando US$ 4,57 bilhões saíram do Brasil.

A evasão de divisas acontece após a nova etapa da crise política, que teve início em 17 de maio, com denúncias de executivos do frigorífico JBS envolvendo o presidente Michel Temer. Além das denúncias, a Procuradoria Geral da República também denunciou Temer por crime de corrupção passiva.

No acumulado do primeiro semestre deste ano, porém, os ingressos de dólares superaram as retiradas de recursos do país em US$ 7,47 bilhões. No mesmo período do ano passado, US$ 10,4 bilhões haviam sido retirados do Brasil.

Impacto no dólar

A saída de dólares favorece, em tese, a alta da moeda em relação ao real. Isso porque, com menos dólares no mercado, seu preço tenderia a subir.

Na parcial de junho, de fato, o dólar registrou alta. No fim de maio, a moeda norte-americana estava em R$ 3,23 e, no final de junho, foi cotada a R$ 3,31 - com alta de 2,36%.

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Redução de 25% em salários de servidores será votada em 2020
SENADO

Redução de 25% em salários de servidores será votada em 2020

COSTA BRASILEIRA

Caixa começa a pagar auxílio emergencial a pescador na próxima segunda

ECONOMIA

Bolsonaro veta distribuição total de lucro do FGTS para trabalhadores

Empresas não terão de pagar multa de 10% do FGTS a partir de 2020
FGTS

Empresas não terão de pagar multa de 10% do FGTS a partir de 2020

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião