Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ECONOMIA

Restando 12 dias para encerrar prazo, só metade declarou IR em MS

Contribuintes têm até dia 30 para acertar situação

18 ABR 19 - 10h:19RAFAEL RIBEIRO

Faltam 12 dias para o término do prazo para se declarar o Imposto de Renda 2019 à Receita Federal. Mas, em Mato Grosso do Sul, os números são pouco animadores: só metade até aqui entregou o tributo dentro do prazo.

Segundo dados atualizados da Receita divulgados nesta quinta-feira (18), 205.452 dos 418 mil contribuintes esperados fizeram a sua declaração no Estado.

O número representa que um em cada dois declarantes sul-mato-grossenses ainda estão em situação irregular com a Receita.

Prazo para entregar a declaração termina às 22h59 (horário de MS), do dia 30 de abril. Quem não entregar no prazo terá de pagar multa de 1% sobre o imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo é de 20% do imposto devido.  

Em todo o Brasil, a expectativa é que 30,5 milhões de contribuintes entreguem a declaração. E a situação é idêntica a do estado, com cerca de apenas metade, 15.221.911, que entregaram sua documentação à Receita.

QUEM DEVE DECLARAR?

É obrigado a declarar o Imposto de Renda quem se enquadrar em ao menos uma das situações abaixo:

Recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano (salário, aposentadoria ou aluguéis, por exemplo).

Ganhou mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança).

Teve ganho com a venda de bens (casa, por exemplo); ou comprou ou vendeu ações na Bolsa.

Recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2018 ou nos próximos anos.

Era dono de bens de mais de R$ 300 mil; ou passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2018 e ficou aqui até 31 de dezembro.

Vendeu um imóvel e comprou outro num prazo de 180 dias, usando a isenção de IR no momento da venda.

DEDUÇÕES

Pode reduzir o imposto a pagar quem: tem dependentes, gastou com saúde, paga escola ou tem empregados doméstico. Os valores dos descontos são:

Dedução por dependente é de R$ 2,275,08. 
Despesas com educação por dependente ou com educação própria: R$ 3.561,50

Desconto com empregado doméstico (limitado a um empregado por declaração): R$ 1.200,32

Despesas com saúde: não há limite

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Tributação sobre renda das empresas é uma das mais altas do mundo
CNI

Tributação sobre renda das empresas é uma das mais altas do mundo

Receita pode compartilhar dados fiscais com órgãos de controle
PARECER

Receita pode compartilhar dados fiscais com órgãos de controle

Setor turístico comemora fim da bitributação
IMPOSTO

Setor turístico comemora
fim da bitributação

Não conseguiu sacar os R$ 500 do FGTS? Veja como proceder
GUIA

Não conseguiu sacar os R$ 500 do FGTS? Veja como proceder

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião