ECONOMIA

Receita atualiza programa que calcula tributo de empregador doméstico

Os empregadores domésticos em atraso com os encargos trabalhistas podem quitar os débitos mais rapidamente
05/08/2015 20:00 - AGENCIA BRASIL


Os empregadores domésticos em atraso com os encargos trabalhistas podem quitar os débitos mais rapidamente. A Receita Federal atualizou o programa Salweb, que permite gerar uma Guia de Previdência Social para pagamento em atraso dos tributos recolhidos.

O aplicativo atualiza os cálculos automaticamente. Antes, os patrões tinham até o dia 16 de cada mês para recolher a contribuição previdenciária dos empregados domésticos. Com a entrada em vigor da Lei Complementar 150/2015, que instituiu o Simples Doméstico (regime simplificado de pagamento de encargos de trabalhadores domésticos), o prazo foi antecipado para o dia 7, transferido para o próximo dia útil no caso de fins de semana e feriados.

No mês passado, quando passou a valer o novo prazo, os empregadores que atrasaram o recolhimento tinham de entrar na página da Receita Federal e seguir as orientações para calcular manualmente a multa, de 0,33% por dia de atraso. Com o aplicativo, todo o procedimento passa a ser automatizado.

O programa está disponível na página da Receita na internet. Basta o empregador doméstico clicar no link reservado para contribuintes, observando a data de filiação ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para gerar a guia de recolhimento.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".