Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBUSTÍVEIS

Redução chega nas bombas e gasolina já é encontrada por menos de R$ 4 no Estado

Medidas contra o coronavírus impactaram nos preços dos combustíveis
04/04/2020 10:31 - Glaucea Vaccari


 

Preço médio da gasolina caiu -3,58% nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul nas últimas quatro semanas, conforme aponta pesquisa da Agência Nacional do Petróleo. No mês passado, a Petrobras anunciou quatro reduções de preços nas refinarias, que somadas chegaram em 35% e a queda já começou a ser sentida pelo consumidor, que pode encontrar o combustível por menos de R$ 4 o litro.  

Na segunda semana de março, entre os dias 8 e 14, preço médio da gasolina era de R$ 4,527 no Estado, valor que se manteve na semana seguinte, de 15 e 21 de março.

A partir de então, devido as ações de isolamento social impostas por diversos municípios e recomenda pela Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e governos estadual e municipais por conta da pandemia do coronavírus, fizeram com que houvesse redução da circulação de veículos nas ruas.  

Com as reduções nas refinarias e queda na demanda, os preços começaram a baixar nos postos de combustíveis. Na semana passada, de 22 a 28 de março, preço caiu R$ 0,052, passando dos R$ 4,527 para R$ 4,475 o litro. Nova queda foi registrada nesta semana, com o preço médio registrado de R$ 4,365. No comparativo, combustível teve redução de R$ 0,16 nas últimas quatro semanas.

Levantamento foi realizado em 84 postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul. O menor valor encontrado foi de R$ 3,829, em Três Lagoas, e o maior por R$ 4,996, em Corumbá.  

Em Campo Grande, o preço médio registrado nesta semana é de R$ 4,260, podendo ser encontrado entre R$ 4,099 e R$ 4,499 nos 42 postos de combustíveis pesquisados. Valor teve redução no comparativo com a semana anterior, quando preço era de R$ 4,373, e queda registrada nas últimas quatro semanas é de -3,88. No ínicio do mês, preço era de R$ 4,424.

O etanol seguiu a tendência de queda e teve redução nas bombas, de -3,23%, saindo dos R$ 3,616 comercializado no início do mês para R$ 3,499 nesta última semana.  

Diesel foi o que apresentou a maior retração, de -4,31%.Litro do combustível era vendido pelo preço médio de R$ 3,711 no início de março e, após as medidas de isolamento e impacto do da pandemia, encerrou esta semana ao preço de R$ 3,551 no Estado.  

 

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...