Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Habitação

Programa Cartão Reforma
deve ser lançado em julho

Para o Estado, Ministério das Cidades prevê a liberação de R$ 19,839 milhões

12 JUN 17 - 04h:00Renata Prandini

Está previsto para o mês de julho o lançamento do novo programa do governo federal que oferece, a fundo perdido, de R$ 2 mil a até R$ 9 mil para quem precisa reformar a casa própria. Com orçamento estimado em R$ 1 bilhão dos cofres da União, o Cartão Reforma, como foi batizado,  deve atender a 170 mil famílias com renda mensal de, no máximo, três salários mínimos (R$ 2.811,00) e com escritura no nome do titular residente em todo o Brasil.

O programa habitacional foi sancionado pelo presidente Michel Temer no dia 24 de abril e, inicialmente, a expectativa era que o cartão fosse lançado ainda no fim do primeiro semestre. No entanto, o cronograma inicial foi adiado, possivelmente em decorrência da nova crise política provocada com as delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS. 

Para Mato Grosso do Sul, a expectativa é que o programa movimente até R$ 19,839 milhões. Conforme dados do Portal do Cartão Reforma, lançado pelo Ministério das Cidades, desse total, serão R$ 17,251 milhões distribuídos para as famílias. Ao todo, serão distribuídos 3.450 Cartões Reformas em todo o território sul-mato-grossense.

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Infraero cobrará antecipadamente tarifa de operação de voos da Avianca

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita
OPERAÇÃO PANDORA

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos
DESENVOLVIMENTO LOCAL

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos

Ministério do Trabalho investigará demissão em massa na Mabel
TRÊS LAGOAS

MPT investigará demissão em massa na Mabel

Mais Lidas