Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Baixa ocupação

Média nacional de ocupação de vagas
em instituições de ensino é de 33,5%

Baixa ocupação é pequena principalmente entre as universidades privadas

31 AGO 2017Por G115h:28

O Censo da Educação Superior mostra que há pouco aproveitamento das vagas oferecidas nas instituições de ensino brasileiras. A média nacional é de que, das 7,8 milhões de novas vagas, apenas 33,5% foram preenchidas.

Essa taxa de ocupação é pequena principalmente entre as universidades privadas (29,6%). Entre as federais, o índice fica bem acima do total geral: 91,9% das vagas novas de 2016 foram ocupadas.

O diretor de estatísticas educacionais do Inep, Carlos Moreno, explicou que, atualmente, o número de vagas no ensino superior é maior que o de alunos formandos no sistema e, mesmo assim, nem todas as vagas são preenchidas.

“Hoje, para chegar na meta do PNE [Plano Nacional de Educação], temos que aumentar a educação superior em três milhões de alunos” - Carlos Moreno

Assim como nos anos anteriores, persiste também a dificuldade em ocupar as vagas remanescentes das universidades- ou seja, aquelas que restaram após os processos seletivos iniciais ou que foram liberadas após morte do aluno, abandono do curso ou jubilamento, por exemplo.

Nas faculdades públicas, apenas 24,3% dessas vagas foram ocupadas por alunos. Na rede privada, o índice é ainda mais baixo: 11,2%.

Leia Também