Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REGRAS

Procon fiscaliza comércios e orienta consumo consciente

Superintendência fez acordo com supermercados para venda de álcool gel a preço de custo
23/03/2020 18:32 - Glaucea Vaccari , Súzan Benites


A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) está com equipes nas ruas para fiscalizar e combater os abusos.O superintendente Marcelo Salomão disse na tarde desta segunda-feira (23) durante coletiva on-line do Governo do Estado, que os empresários têm respeitado os acordos.

“Hoje temos várias ações de combate aos abusos, mas quero deixar claro que o volume de comerciantes que vem praticando é pequeno, a maioria tem respeitado e trazendo boa relação de consumo”, declarou Salomão.

Com o aumento da procura por álcool em gel e máscaras por conta da pandemia do coronavírus, os preços dos itens tiveram alta expressiva e até abusiva nos estabelecimentos comerciais. O superintendente lembrou do acordo para que preços sejam reduzidos. “Governo selou acordo com a Associação dos Supermercados (Amas) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para que álcool em gel e máscaras sejam repassados a preço de custo. Foi pedido do governador Reinaldo [Azambuja], conseguimos êxito, alguns estabelecimentos tem falta, mas temos garantia que chegarão aos supermercados”, declarou Salomão.

O superintendente do Procon ainda reforçou o alerta para que as pessoas não lotem os supermercados. “Não precisa fazer estoque de alimento. Tivemos várias reuniões com supermercados, indústrias e não há possibilidade de faltar. Quando corre tem duas consequências graves: a demora em reposição e pode causar a falta para outro consumidor e a busca incessante pode acarretar aumento de preço, é a lei do mercado, quanto mais vende, mais caro fica. Não tem necessidade de ir às compras e estocar alimentos”, informou durante a coletiva.

O Sindicato das Indústrias de Alimentos de Mato Grosso do Sul (Siams) garante que as indústrias de alimentação do Estado não pararam e não vão para a produção em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Amas reforça que está totalmente descartado qualquer risco de desabastecimentos dos supermercados e atacadistas em funcionamento nos 79 municípios sul-mato-grossenses.

De acordo com o presidente da Amas, Edmilson Veratti, apesar de o fluxo de clientes ter crescido cerca de 18% nos últimos dias, todas as lojas de Mato Grosso do Sul estão abastecidas e com estoque suficiente para continuar atendendo os consumidores. “Os pedidos estão normalizados e a entidade já foi notificada pelas indústrias alimentícias de que a produção vai continuar. O presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, que também preside a Siams, comunicou que as indústrias não pararam de trabalhar para manter os supermercados funcionando”, explicou.

Diante da corrida injustificada de pessoas procurando fazer estoques em casa, a superintendência ainda orienta, que mercados podem limitar a quantidade de produtos por cliente, caso seja necessário.

DENÚNCIA

Para denunciar as cobranças abusivas o superintendente do Procon destaca que estão atendendo de forma on-line dando suporte, por meio dos telefones 151 e 3316-9800, fale conosco do site procon.ms.gov.br e whatsapp (67) 99158-0088. 

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.