domingo, 15 de julho de 2018

CONSUMIDOR

Postos têm 10 dias para justificar aumento no preço da gasolina

Procon analisa se há reajuste foi feito de forma abusiva

12 AGO 2015Por GABRIEL MAYMONE18h:43

Os 30 postos de combustíveis notificados pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MS) terão 10 dias para apresentar ao órgão de defesa do consumidor suas justificativas em relação ao aumento no valor cobrado pelos combustíveis nas bombas de abastecimento. O objetivo é saber a razão que levou o aumento no preço da gasolina e demais combustíveis, que assustaram os consumidores.

Para o coordenador de fiscalização do Procon/MS, Erivaldo Marques Pereira, o objetivo é fazer a análise técnica de cada justificativa apresentada para ver se há a presença de alguma irregularidade nesse tipo de procedimento. “Vamos aguardar 10 dias para que os postos enviem suas justificativas sobre o aumento do preço da gasolina e dos outros combustíveis ao consumidor, fazer a análise técnica da documentação para ver se houve ou não irregularidade”, disse.

Se for constatado algum tipo de irregularidade, o Procon/MS poderá abrir um procedimento administrativo contra os postos, aplicar multas ou mesmo suspender a atividade do estabelecimento irregular.

Leia Também