Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ECONOMIA

PIB recua 0,9% no trimestre encerrado em abril, diz FGV

Economia ficou estável comparado ao ano passado

18 JUN 19 - 08h:39AGÊNCIA BRASIL

O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve uma queda de 0,9% no trimestre encerrado em abril, na comparação com o trimestre fechado em janeiro.

Os dados do Monitor do PIB, divulgados hoje (18), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mostram ainda que a economia ficou estável na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2018.
 
Considerando-se apenas o mês de abril, o PIB caiu 0,1% na comparação com março deste ano e 0,3% na comparação com abril do ano passado. No acumulado de 12 meses, o PIB cresceu 0,6%.
 
A queda de 0,9% registrada no trimestre encerrado em abril, na comparação com trimestre finalizado em janeiro, foi provocada por recuos nos três grandes setores produtivos da economia.

O principal deles, o setor de serviços, caiu 0,2%, puxado pelos transportes (-1,7%). A indústria teve recuo de 1,3%, influenciado pelo extrativismo mineral (-7,2%). Já a agropecuária caiu 2%.
 
Pelo lado da demanda, a queda foi puxada pela formação bruta de capital fixo, isto é, os investimentos (-0,7%), e pelas exportações (-6,4%).

O consumo do governo caiu 0,1%, enquanto o consumo das famílias manteve-se estável. As importações recuaram 8,1%.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Em nova proposta, governo agora quer limitar saques do FGTS a R$ 500 em 2019

Mais de 290 mil têm direito a sacar o PIS calendário 2019/2020 em MS
ABONO SALARIAL

Mais de 290 mil têm direito a R$ 210 milhões do PIS em MS

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa
ECONOMIA

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa

Ministro diz a caminhoneiros que tabela do frete será suspensa nesta segunda
ECONOMIA

Ministro diz a caminhoneiros que tabela do frete será suspensa nesta segunda

Mais Lidas