Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PARADA DESDE 2014

Petrobras precisa de R$ 700 milhões para
terminar indústria em Três Lagoas

Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III já consumiu R$ 3,5 bilhões

18 JUL 16 - 18h:36RODOLFO CÉSAR

A Petrobras ainda precisa de R$ 700 milhões para concluir a obra da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN III), em Três Lagoas. O empreendimento foi paralisado em dezembro de 2014 com a crise instalada na estatal por conta de casos de corrupção e gerou centenas de demissões.

A empresa divulga que 85% da construção está finalizada e a conclusão só será possível a partir de parceiros que queiram investir.

Apesar de entraves que permanecem na Petrobras, o presidente Pedro Parente afirmou ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) hoje que a obra será finalizada. Os dois participaram de reunião no Rio de Janeiro para tratar o assunto.

“Já tem parceiros interessados e ele (Pedro Parente) não vai deixar essa obra inacabada”, disse Reinaldo, repercutindo a fala do presidente da estatal.

A promessa do governo federal quando lançou o empreendimento, em 2011, era de que a UFN III seria responsável por reduzir pela metade a dependência nacional de empresas internacional que produzem fertilizantes.

A UFN III consumiu cerca de R$ 3,5 bilhões. A paralisação aconteceu em dezembro de 2014, quando a Petrobras rompeu contrato com o consórcio formado pela Galvão Engenharia e Sinopec. As empreiteiras deixaram dívida de R$ 30 milhões com fornecedores.

A capacidade da unidade, quando estiver pronta, é de produzir 1,2 milhão de toneladas de ureia e 70 mil toneladas de amônio anuais. Esse volume seria direcionado para a agricultura em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, São Paulo e Paraná.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Caos na Bolívia trava importação de matéria-prima de fertilizantes
UREIA

Caos na Bolívia trava chegada da matéria-prima de fertilizantes

Comerciantes acreditam em recuperação com aumento da cota para compras no Paraguai
FRONTEIRA

Comerciantes acreditam em recuperação com aumento da cota para compras no Paraguai

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação
RENDIMENTO

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

GOVERNO

Economia teme mais requerimento e pede que Serra retire pedido de detalhe de PECs

Pacote Mais Brasil inclui a PEC emergencial, a do Pacto Federativo e dos Fundos Públicos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião