Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Economia

Pelo terceiro mês consecutivo, cesta básica tem queda no preço em Campo Grande

Conjunto de 13 alimentos ficou R$ 4,51 mais barato em julho

4 AGO 2017Por GLAUCEA VACCARI15h:30

Pelo terceiro mês consecutivo, preço da cesta básica registrou queda em Campo Grande, com variação de -1,17% na comparação entre julho e junho. Dados são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos foram divulgados hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Conforme o levantamento, para comprar a cesta, o campo-grandense precisou pagar R$ 382,17 em julho, redução de R$ 4,51 em relação ao mês anterior, quando preço fechou em R$ 386,68.

Dos 13 itens que compõem a cesta, apenas dois tiveram alta no mês, sendo o tomate, com aumento de 15,84%, e a manteiga, que ficou 6,43% mais cara.

Batata foi o produto que apresentou maior baixa, de -23,08%, seguida por feijão carioquinha (-9,15%), banana (-6,93%), açúcar (-6,49%), arroz (-3,62%), farinha de Trigo (-2,83%), leite (-2,63%), óleo de soja (-1,04%), carne bovina (-0,60%), café (-0,35%) e pão francês (-0,10%).

Entre as 27 capitais do país, Campo Grande teve a 15ª cesta mais acessível em valor monetário, sendo a oitava com a maior redução percentual.

De janeiro a julho, gasto com a cesta básica acumula queda de -6,34%. Já nos últimos doze meses, retração é ainda maior, de -11,20%.

Trabalhador que ganha um salário mínimo, de R$ 937, precisou comprometer 44,33% deste valor para aquisição dos produtos. 

Cesta básica familiar, com produtos que atendem uma família de até quatro pessoas, fechou o mês de julho em R$ 1.146,51, economia de R$ 13,53 em relação ao preço registrado em junho.

Leia Também