Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBUSTÍVEL

Pela quarta semana consecutiva, preço da gasolina tem queda na Capital

Em alguns postos, litro está abaixo de R$ 3,70
09/02/2019 11:02 - GLAUCEA VACCARI


 

Pela quarta semana consecutiva, o preço médio da gasolina apresentou queda ao consumidor campo-grandense, com o preço de R$ 3,850, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP). Conforme o levantamento, com dados do dia 3 ao dia 9 de fevereiro, os valores variam de R$ 3,77 a R$ 3,999 nos postos de combustíveis da Capital.

Apesar do menor preço registrado na pesquisa ser de R$ 3,77, equipe do Correio do Estado encontrou o litro do combustível sendo comercializado a R$ 3,699 na região central.

No comparativo das últimas quatro semanas, a redução no preço médio é de -2,65%. Já em relação a semana anterior, quando valor médio era 3,921, o recuo é de -1,81% .

Em Mato Grosso do Sul, o preço também segue a tendência de queda, saindo dos R$ 4,005 registrados na semana anterior, para R$ 3,950 nesta última, uma baixa de -1,37% no valor médio comercializado pelo litro da gasolina.

REFINARIAS

Apesar das frequentes quedas, nesta semana a Petrobras anunciou aumento dos preços da gasolina nas refinarias e do gás de cozinha. Para o combustível, a alta é de 0,59%, enqurno o botijão de 13 quilos aumentou R$ 0,26.

 A alteração nos preços entrou em vigor na última quarta-feira (6) e pode impactar os valores ao consumidor. 

Na semana anterior, a empresa havia reduzido em 0,99% o preço desse tipo de combustível.  

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...