Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

Projeto de lei

Para evitar praga, produtores podem ser proibidos de plantar soja sobre soja

Medida foi proposta para atender reclamação da categoria

5 JUL 2017Por IZABELA JORNADA12h:14

Agricultores de Mato Grosso do Sul poderão ser proibidos de plantar soja em cima de soja. A proposta é de grupo de agricultores que reclamaram, junto à Famasul, Aprosoja e Fundação MS, da proliferação da praga ferrugem asiática proveniente da plantação reincidente. Deputados apreciaram a matéria em primeira votação hoje (05).

Líder do partido do Governo na Assembleia Legislativa e autor do projeto, Beto Pereira (PSDB), explicou que a proposta não diz respeito ao vazio sanitário, que já está vigente em 11 estados da federação mais Distrito Federal. "Essa proposta é nova. A lei proíbe que agricultores plantem soja em cima de soja, eles deverão plantar outra cultivar", disse Beto.


ENTENDA
O vazio sanitário já é estabelecido por lei. Agricultores não podem plantar cultura no período de 15 de junho a 15 de setembro.

Com a nova proposta, agricultores não poderão plantar soja sobre soja. "Eles costumam plantar soja em setembro e outubro. Em janeiro, a terra está liberada para plantarem novamente, porém, não poderão plantar soja, deverão plantar outra cultura, milho, algodão, entre outras", explicou Beto.
O objetivo da proposta é diminuir a proliferação da praga. "A ferrugem se prolifera na soja", finalizou o tucano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também