Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

dinheiro a mais

Nova fase de saques do
FGTS começa no sábado

3 JUL 17 - 21h:00FOLHAPRESS

A Caixa antecipou o pagamentos das contas inativas dos FGTS para sábado (8) para as pessoas que nasceram em dezembro. A previsão inicial era que o dinheiro ficaria disponível a partir do dia 14.

O prazo para o saque do dinheiro vai até 31 de julho para todas as pessoas. Quem deixar de resgatar os valores a que tem direito até a data-limite só poderá fazê-lo posteriormente, de acordo com as regras normais de saque do FGTS -como em casos de doenças como Aids e câncer.

De acordo com o banco, são mais de 2,5 milhões de brasileiros com direito a saque a partir de julho e o valor disponível neste mês é de mais de R$ 3,5 bilhões -o equivalente a 8% do total disponível, segundo a Caixa.

No balanço mais atualizado,o banco informa que já registrou o pagamento de mais de R$ 38,2 bilhões a 22,6 milhões de trabalhadores.

ATENDIMENTO ESPECIAL

No sábado (8), a Caixa vai abrir mais de 2.000 agências em todo o país entre as 9h e as 15h, exclusivamente para realizar pagamento de contas vinculadas FGTS, solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro dos trabalhadores e emitir senha do Cartão Cidadão. A relação das agências está no site da Caixa.

Na segunda-feira (10), o banco também promove a abertura de todas as suas agências às 8h para atendimento a trabalhadores relacionado às contas inativas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MERCADO FINANCEIRO

Dólar fecha praticamente estável na expectativa por agenda carregada da semana

PIB

Governo deve reduzir previsão de crescimento da economia em 2019

Rombo da previdência estadual aumentará 50% no próximo ano
PROJEÇÃO GOVERNO

Rombo da previdência estadual aumentará 50%

Vice-ministro chinês é eleito como novo diretor da FAO
NOVO REPRESENTANTE

Vice-ministro chinês é eleito como novo diretor da FAO

Mais Lidas