Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FUNDO DE GARANTIA

Em um mês, FGTS libera R$ 197 milhões no Estado

Saque para correntistas nascidos entre setembro e dezembro pode ser feito a partir de hoje

9 OUT 19 - 09h:00SÚZAN BENITES

A terceira etapa para pagamentos dos saques imediatos de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi liberada hoje. Esta é a última liberação para os correntistas da Caixa Econômica Federal, que já disponibilizou R$ 197.828.563,78 para 460.662 pessoas em Mato Grosso do Sul.

Hoje, 142.560 trabalhadores recebem o crédito de R$ 500 por conta (ativa ou inativa) do FGTS, o que representa um montante de  R$ 57.574.422,00 liberados. Os contemplados dessa vez são os correntistas nascidos entre setembro e dezembro. 

A primeira etapa dos saques foi realizada a partir do dia 13 de setembro. No período, 153.615 pessoas receberam R$ 67.570.376,78 .  A Caixa Econômica Federal  iniciou o depósito automático para aqueles que têm conta-poupança no banco, seguindo calendário de mês de nascimento (dos que nasceram entre janeiro e abril).  Já na segunda oportunidade – para os nascidos entre maio e agosto, disponibilizada no dia 27 de setembro –, 164.487 trabalhadores receberam o crédito, totalizando R$ 72.683.765,00. 

De acordo com o Ministério da Economia, o limite de R$ 500 valerá para cada conta do fundo. Ou seja, os trabalhadores que tiverem mais de uma conta poderão sacar valores maiores que R$ 500.

Somando os já pagos e os que ainda serão liberados, os saques vão injetar R$ 537,2 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, entre o dia 13 de setembro e o dia 31 de março de 2020, período em que os trabalhadores poderão retirar os valores a que têm direito. Serão 1.409.860 beneficiados em Mato Grosso do Sul.

SAQUES

Caso o trabalhador tenha uma conta-poupança na Caixa Econômica Federal, o depósito dos valores será automático. Se o trabalhador não quiser sacar os recursos, ele precisará comunicar ao banco essa decisão.

A Medida Provisória (MP) nº 889/2019 autorizou a nova modalidade de retirada de recursos do FGTS, chamada de saque imediato, válida somente esta vez. A MP permite que todos os trabalhadores, com contas ativas ou inativas do FGTS, possam sacar até R$ 500 de cada uma delas, limitados ao valor do saldo.

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas – uma com saldo de R$ 120 e outra com saldo de R$ 1.000, poderá sacar o valor total da primeira (R$ 120) e R$ 500 da segunda. Assim, o total ficará em R$ 620.

Para saber os valores disponíveis para saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), o Número de Identificação Social (NIS), do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e a data de aniversário.

Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da digital no momento do saque. Para quem possui Cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o Cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa.

PRAZO 

Para os trabalhadores que não são correntistas da Caixa, os saques começam a ser liberados a partir do dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro; 25 de outubro, para os nascidos em fevereiro; e 8 de novembro, para  aqueles que nasceram em março.

Os trabalhadores poderão sacar a partir do dia indicado no calendário para início do pagamento, conforme a data de seu aniversário, até 31 de março de 2020. Não haverá direito a essa modalidade de pagamento nos próximos anos. Caso o trabalhador não faça o saque até essa data, o valor retornará automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período.

AONDE IR

Os saques de até R$ 100 podem ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento com foto e número do CPF. Para aqueles que têm Cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o Cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa e falar com atendente.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Bancos privados fazem ofensiva e, com cooperativas, já têm 30% do crédito rural

Tributação sobre renda das empresas é uma das mais altas do mundo
CNI

Tributação sobre renda das empresas é uma das mais altas do mundo

Receita pode compartilhar dados fiscais com órgãos de controle
PARECER

Receita pode compartilhar dados fiscais com órgãos de controle

Setor turístico comemora fim da bitributação
IMPOSTO

Setor turístico comemora
fim da bitributação

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião