Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

finanças

MS tem deficit de R$ 346 mi no ano
e Capital atinge superavit

Enquanto Estado amargou menor arrecadação, a prefeitura elevou em 13,5% receita

31 MAI 2017Por DA REDAÇÃO06h:00

O governo do Estado encerrou o primeiro quadrimestre com deficit de R$ 346,031 milhões e acima do limite prudencial de gastos com pessoal.

Conforme relatório resumido de execuções orçamentárias, divulgado ontem na edição do Diário Oficial do Estado, de janeiro a abril, MS havia alcançado uma receita corrente de R$ 4.081.817.860,11. Em contrapartida, registrou despesa de R$ 4.457.848.902,46 no mesmo período.

Já a Prefeitura de Campo Grande, que também publicou balanço ontem, teve avanço de até 13,5% nas principais fontes de arrecadação no início do ano, somado à queda de 10% nas despesas primárias correntes no mesmo período.

De janeiro a abril deste ano, as contas públicas da Capital tiveram superavit de R$ 371,6 milhões, saldo de uma receita de R$ 1,072 bilhão e despesa de R$ 700,813 milhões no período.

O resultado do governo do Estado é contrário ao que tradicionalmente ocorre em inícios de ano, quando há superavit, mas já era esperado, em decorrência da queda na arrecadação com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do gás natural.

Enquanto isso, crescimento de até 13,5% nas principais fontes de arrecadação no início do ano somado à queda de 10% nas despesas primárias correntes contribuíram para a Prefeitura de Campo Grande fechar as contas no azul neste primeiro quadrimestre de 2017.

De acordo com relatório de execução orçamentária publicado ontem no Diário Oficial do Município, de janeiro a abril deste ano, as contas públicas da Capital tiveram superavit de R$ 371,6 milhões, saldo de uma receita realizada de R$ 1,072 bilhão e despesa de R$ 700,813 milhões no período.

*Leia reportagens, de Renata Prandini e Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
 

Leia Também