Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

em setembro

Marfrig confirma novas atividades
em planta no interior de MS

Executivo da empresa reuniu-se com vice-prefeito de Paranaíba

15 AGO 17 - 16h:46RODOLFO CÉSAR

O frigorífico Marfrig divulgou hoje que a unidade em Paranaíba que estava desativada volta a funcionar em 11 de setembro. O chefe de gerência da marca, Valdenir Rabelo, confirmou a data ao vice-prefeito da cidade, Elson Cesar Garcia (PSDB), o Cesinha Leal, para a secretária de Governo, Renata Rios, e para o secretário da Indústria e Comércio, Geraldo Agi.

Os quatro tiveram reunião hoje pela manhã. O executivo ainda comentou que a Marfrig vai aproveitar o cenário de mercado para reativar outras duas plantas, uma em Ji-Paranbá (RO), e em Alegrete (RS).

"Nos últimos dias, a expectativa de reabertura do frigorífico trouxe grande alento para todos os segmentos econômicos da sociedade paranaibense", informou nota da prefeitura. Quando a empresa fechou a unidade, deixaram de circular no município em torno de R$ 1,5 milhão, referente aos salários pagos.

Rabelo afirmou na Prefeitura de Paranaíba que o mercado de bovinos no Brasil passa por momento positivo. Com a delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, houve uma diminuição do ritmo do frigorífico, que ainda domina o setor em Mato Grosso do Sul.

O chefe de gerência da Marfrig Global Foods vem mantendo conversas com o Executivo da cidade para informar como deve ser a operação de retomada da unidade. Na semana passada o representante da Marfrig teve encontro com o prefeito Ronaldo Miziara (PSDB).

A volta das atividades prevê que seja abatido a média de 100 cabeça/dia, enquanto a capacidade total da planta é de 600 animais/dia.

O frigorífico em Paranaíba fechou há três anos e a alegação foi por conta de motivos estratégicos. Na época, 545 funcionários foram demitidos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CDL estuda acionar Justiça para evitar mais perdas dos lojistas
ATRASOS

CDL estuda acionar Justiça para evitar mais perdas

Conta de luz vai ficar 3,7% <br>mais barata em 2019
ANEEL

Conta de luz vai ficar 3,7% mais barata em 2019

RENEGOCIAÇÃO

Aneel quita empréstimo a distribuidoras e luz terá redução de 3,7% em média

A redução média nas tarifas será de 3,7%, e a queda máxima será de 4,1%
PIB tem alta de 0,3%, diz FGV
DEZEMBRO A JANEIRO

PIB tem alta de 0,3%, diz FGV

Mais Lidas