Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Agricultura

Jovem agricultor assume a presidência da Aprosoja no Estado

11 AGO 2015Por Da redação13h:17

Aos 35 anos, o agricultor e líderança rural, Christiano da Silva Bortolotto, assume a presidência da Associação dos Produtores de Soja e Milho de MS (Aprosoja). Há 8 anos, a Aprosoja/MS defende os interesses e deveres dos produtores de grãos de Mato Grosso do Sul.

Bortolotto é natural de Amambai, cidade onde mora e desenvolve atividade agrícola há 11 anos. Ele é um dos fundadores da associação e há 8 anos é vice-presidente, fica no lugar de Mauricio Saito, que deixa a associação para exercer o cargo de presidente agora da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS.

Christiano é formado em administração de empresas com habilitação em finanças e tem especialização em economia empresarial pela Fae Business School.  Foi um dos fundadores da Aprosoja/MS, em 2007, e desde então vice-presidente da entidade. “Quando fui convidado pelo Almir Dalpasquale, que hoje preside a Aprosoja Brasil, para fundar a associação juntamente com ele e outros produtores do estado, sabia o tamanho do desafio. Buscamos atender todos os setores nas mais diversas demandas que surgiram na trajetória”, ressalta Bortolotto.

Por dois mandatos consecutivos, de 2006 a 2012, presidiu o Sindicato Rural de Amambai, e de 2009 a 2012, foi vice-presidente do Conselho de sindicatos da Região Sul Fronteira da Famasul. Em 2008 coordenou a Comissão de Assuntos Fundiários da Famasul e no ano de 2010, passou a comandar a Coopersa – Cooperativa Agroindustrial Amambai, do ramo pecuário e agrícola, cargo que exerce até o momento.  Foi conselheiro administrativo da Fundação MS, instituição responsável por pesquisas agrícolas no Estado e é diretor financeiro da Aprosoja Brasil, associação que representa os agricultores no âmbito nacional.

Quando questionado sobre a sua atuação, o presidente é direto. “A Aprosoja/MS será pautada pelas necessidades do homem do campo. Isso pede uma gestão de resultados, com dinamismo, presente em projetos inovadores que priorizam o aumento de produção e rentabilidade e com diálogo aberto aos produtores rurais de soja e milho do Estado”, explica.

Há 8 anos, a Aprosoja/MS defende os interesses e deveres dos produtores de grãos de Mato Grosso do Sul, desenvolvendo ações e projetos que visam o crescimento sustentável das cadeias produtivas do setor no Estado, além de orientar e apoiar os agricultores nos diferentes momentos da atividade, incentivar a produção e o consumo de soja e derivados, estimular a criação de mecanismos para aquisição de insumos, comercialização, importação e exportação entre outras ações.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também