Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

PROCON

Preços de itens de festa junina têm variação de até 568% nos supermercados da Capital

Pesquisa foi feita em nove estabelecimentos e em 45 itens típicos da data

21 JUN 2017Por GLAUCEA VACCARI18h:18

No período das tradicionais festas de São João, consumidores devem ficar atentos aos preços dos produtos típicos da data, que tem variação de até 568,28% nos supermecados da Capital, conforme pesquisa da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), divulgada hoje.

Pesquisa de preços foi feita em 45 produtos típicos ofertados em 10 estabelecimentos comerciais de Campo Grande.

Maior variação encontrada, de 568,28%, foi no preço do leite de coco, com preços de R$ 1,45 até R$ 9,69 entre um supermercado e outro.

Também tiveram grande variação de preço os pratos descartáveis, onde pacote com 10 unidades foi encontrado com preços de R$ 1,98 a R$ 11,50; talheres descartáveis, de R$ 2,50 a R$ 10,98; guardanapo, com pacote de 50 unidades entre R$R$0,95 e R$ 4,15 e pé de moloque, onde embalagem com 50 unidades pode ser encontrada de R$ 2,49 a R$ 26,50.

Levantamento foi feito nos produtos típicos mais consumidos pelo sul-mato-grossense. Lista inclui itens como amendoim, canela, canjica, gengibre, milho para pipoca, paçoca, pé de moleque, carne de sol, polvilho azedo e doce, enlatados e condimentos.

Pesquisa foi feita no Assaí, Atacadão, Carrefour, Comper, Fort Atacadista, Giga, Hiper Festa, Planeta e WalMart. O Assaí foi o estabelecimento onde foram encontrados maior quantidade de produtos com menor preço, enquanto o Carrefour tem mais itens com maior preço.

Confira a pesquisa completa no site do Procon.

ORIENTAÇÃO

Superintendente do Procon, Marcelo Salomão orienta que os consumidores sempre pesquisem os valores antes da compra e verifiquem se é possível susbtituir algum item por outro de marca com menor preço.

“Quanto aos produtos alimentícios, é importante verificar a data de validade e as condições das embalagens e de acondicionamento. Latas amassadas, por exemplo, devem ser descartadas. Os produtos industrializados devem exibir nos rótulos a identificação do fabricante, ingredientes, peso, origem e data de validade. A informação sobre o preço deve estar clara e acessível”, acrescentou o superintendente.

DICAS

Procon também orienta os consumidores com relação aos festejos juninos. Para compor trajes caipiras, a dica é aproveitar retalhos de roupas e customizá-las.

Quando for a uma festa, é importante definir antes o quanto se pode gastar e levar o valor em dinheiro.

Para quem pretende viajar para as tradicionais festas, a sugestão é comparar os pacotes de viagem com os preços das passagens e hospedagens ofertados separadamente.

Em Mato Grosso do Sul, a festa junina mais tradicional é o Arraial do  Banho de São João, em Corumbá, que neste ano terá atrações entre os dias 22 e 25 de junho.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também