CONSUMIDOR

Inmetro reprova 63% dos lotes de pescado na Capital

Dados mostram que consumidor está sendo lesado
12/08/2015 18:48 - GABRIEL MAYMONE


 

A Agência Estadual de Metrologia (AEM-MS) reprovou 63% dos lotes de pescado coletados em estabelecimentos comerciais de Campo Grande. Foram coletadas 653 unidades, divididas em 30 lotes amostrais, sendo que 19 foram reprovados.

Entre as marcas aprovadas pela análise em um ou mais de um tipo de produto fiscalizado, estão: Frescato, Buona Pesca e Dellamare. Já as marcas que tiveram as perícias reprovadas, em um ou mais tipos de produtos fiscalizados foram: Costa Sul, Vitalmar, Pioneira e New Fish.

O objetivo da operação, foi o de informar ao consumidor que deseja adquirir crustáceos, moluscos, frutos do mar e pescados em geral, quais a marcas apresentam segurança em termos de peso.

A diretora técnica da AEM-MS, Luciana Boni, destacou a importância da fiscalização e da adequação do comércio para que o consumidor tenha tranquilidade e certeza de que, ao adquirir um produto, “não esteja pagando por gelo”. Ela lembra ainda que esse tipo de operação mostra o quanto o consumidor é lesado, pois 63% das amostras foram reprovadas.  

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".