Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

terça, 19 de fevereiro de 2019 - 01h46min

campo grande

Iniciativa privada garante
1,8 mil vagas na construção civil

Emprego no setor foi mantido graças a obras privadas

19 DEZ 17 - 04h:00DA REDAÇÃO

O emprego na construção civil de Campo Grande está sobrevivendo graças à iniciativa privada. Se 2017 tem sido considerado um ano de incerteza para retomada de investimentos na construção civil, a abertura de postos de trabalho também é outro desafio para o setor.

“Temos amargado queda de postos de trabalho em razão da recessão econômica do governo federal, que não investe no setor e mantém obras paralisadas, além da inibição das obras do programa Minha Casa Minha Vida. Mesmo assim, no setor privado o ano não foi tão ruim em fechamento de vagas quanto no público”, avalia José Abelha, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção e Mobiliário de Campo Grande (Sintracom-CG). 

Conforme estimativa da entidade, ao menos sete empreendimentos, lançados por três construtoras, estão gerando em torno de 1,8 mil empregos na Capital.

“Algumas empresas retomaram empreendimentos e outras iniciaram novos. A perspectiva para 2018, ano de eleição, é de que a partir de março dê uma melhorada. Há uma expectativa de lançamento de obras e que novos recursos sejam injetados na construção civil”, afirmou.

De acordo com os dados mais recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, a construção civil encerrou o mês de outubro com saldo negativo em Campo Grande, totalizando 203 empregos extintos. O resultado foi verificado mesmo com a Capital liderando a geração de empregos no período no Estado – o saldo foi positivo em 574 vagas. 

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

Mais de 54,6 mil têm direito  a R$ 38 millhões de abono em MS
PIS/PASEP

Mais de 54,6 mil têm direito a R$ 38 mi de abono em MS

Nova estimativa prevê expansão  de 2,48% para o PIB em 2019
MERCADO FINANCEIRO

Nova estimativa prevê expansão de 2,48% para o PIB

Novos portos vão investir   R$ 250 milhões em Murtinho
ECONOMIA

Novos portos vão investir R$ 250 milhões em Murtinho

Mais Lidas