Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

EMPREGO

Indústria da alimentação já demitiu 2 mil trabalhadores
em Campo Grande este ano

Número é quase duas vezes maior que as demissões registradas em 2014

12 AGO 2015Por GABRIEL MAYMONE15h:05

As indústrias de alimentação já demitiram mais de 2 mil trabalhadores, somente este ano, em Campo Grande, conforme balanço do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de Campo Grande (Stiaa/CG). O número é quase duas vezes maior que as demissões registradas em 2014, quando foram dispensados 1,2 mil profissionais.

“Estamos muito preocupados com o andamento da economia nesse setor de alimentação de nossa cidade. As demissões estão desenfreadas e os empresários, que sempre tiveram regalias por conta das vantagens tributárias oferecidas, principalmente, pelos governos estadual e municipal, não estão fazendo bem a sua parte, de segurar o emprego”, critica Rinaldo Salomão, presidente do sindicato.

Ele critica a postura dos empresários de promover as dispensas nesse período temporário de crise, pois acredita que as inúmeras vantagens que receberam ao longo de anos, dos governos de Mato Grosso do Sul e do município, deveriam sustenta-los agora, sem que houvesse demissões. “Mas não é o que vem acontecendo, não só em Campo Grande, como também em outras cidades do Estado, onde diante das primeiras dificuldades, os empresários dispensam empregados, contrariando o propósito das regalias que receberam”, critica.

Os números de demissões, segundo Rinaldo, foram levantados “um a um” no Siaa/CG, depois das homologações.  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também