Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

scpc

Inadimplência sobe 1,2% em
Campo Grande e supera média nacional

Em Mato Grosso do Sul, houve alta de 1,1%, conforme pesquisa

1 JUN 17 - 05h:00ROSANA SIQUEIRA

Mesmo com a liberação dos saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o índice de inadimplência continua subindo em Campo Grande.

Conforme pesquisa da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o indicador de registros de inadimplentes aumentou 1,2% na comparação mensal de abril contra o mês anterior. O resultado superou a média nacional. No Brasil, a inadimplência, ao contrário da Capital, reduziu em 1,1%. 

Na Região Centro-Oeste, a queda foi ainda maior, de 1,3%. Em todo Mato Grosso do Sul, porém, houve alta, de 1,1%. Em comparação ao mesmo período do ano passado, a alta foi de 0,9%. 

Ainda segundo dados do SCPC, também na contramão do que ocorre na média nacional, a inadimplência no acumulado do ano chegou a 3,6%, enquanto, no País, houve retração de 0,5%.

RECUPERAÇÃO

Paralelamente, a recuperação de crédito também cresceu 1,7% em abril, quando comparado com o mês anterior. O indicador superou a média estadual, que fechou abril com queda de 1,4%, e a do País (-0,7%).

Já em comparação ao mesmo período do ano passado, a recuperação de crédito na Capital subiu 0,7%, enquanto, no Estado, houve queda de 7,9%. 

No acumulado do ano, o índice de recuperação é de 2,3%. No restante do Estado e do País, o índice nos últimos 12 meses permanece no negativo, -4,9% e -2,0%, respectivamente.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil tem 4,5 milhões de empresas, número em queda desde 2014
ECONOMIA

Brasil tem 4,5 milhões de empresas, número em queda desde 2014

Comércio deve contratar 5 mil temporários neste fim de ano
NO ESTADO

Comércio deve contratar 5 mil temporários neste fim de ano

ILEGAL

Ministério da Justiça recomenda denunciar vendas casadas em bancos

Secretário diz que atrelar juros a outros serviços pode ser irregular
AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião