Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

scpc

Inadimplência sobe 1,2% em
Campo Grande e supera média nacional

Em Mato Grosso do Sul, houve alta de 1,1%, conforme pesquisa

1 JUN 2017Por ROSANA SIQUEIRA05h:00

Mesmo com a liberação dos saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o índice de inadimplência continua subindo em Campo Grande.

Conforme pesquisa da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o indicador de registros de inadimplentes aumentou 1,2% na comparação mensal de abril contra o mês anterior. O resultado superou a média nacional. No Brasil, a inadimplência, ao contrário da Capital, reduziu em 1,1%. 

Na Região Centro-Oeste, a queda foi ainda maior, de 1,3%. Em todo Mato Grosso do Sul, porém, houve alta, de 1,1%. Em comparação ao mesmo período do ano passado, a alta foi de 0,9%. 

Ainda segundo dados do SCPC, também na contramão do que ocorre na média nacional, a inadimplência no acumulado do ano chegou a 3,6%, enquanto, no País, houve retração de 0,5%.

RECUPERAÇÃO

Paralelamente, a recuperação de crédito também cresceu 1,7% em abril, quando comparado com o mês anterior. O indicador superou a média estadual, que fechou abril com queda de 1,4%, e a do País (-0,7%).

Já em comparação ao mesmo período do ano passado, a recuperação de crédito na Capital subiu 0,7%, enquanto, no Estado, houve queda de 7,9%. 

No acumulado do ano, o índice de recuperação é de 2,3%. No restante do Estado e do País, o índice nos últimos 12 meses permanece no negativo, -4,9% e -2,0%, respectivamente.

Leia Também