Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SINAL DE ALERTA

Importação do gás natural<br> despenca quase 50% em MS

Petrobras alertou a MSGás sobre a queda no transporte do produto em junho
16/06/2017 07:00 - DA REDAÇÃO


 

Antes mesmo de dar um respiro às contas públicas após mudanças na tributação, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do gás natural voltou a cair neste mês.

Agora, são as condições climáticas que deverão interferir na arrecadação do Estado. Foi o que indicou a Petrobras, responsável pela importação do gás boliviano que passa por Mato Grosso do Sul. 

À Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul (MSGás), a estatal já adiantou que, por conta das condições climáticas, termelétricas de todo o País estão sendo desativadas e, consequentemente, haverá queda brusca no consumo do gás neste mês.

A projeção, informou o diretor-presidente da MSGás, Rudel Trindade Júnior, é de que haja encolhimento de quase 50% na importação diária do gás, passando de 26 milhões de metros cúbicos por dia, média registrada no mês passado, para cerca de 15 milhões, previstos para este mês.  Essa expectativa já se confirmou na primeira semana do mês de junho.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.