Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Agronegócio

Governo não prorroga diminuição de alíquota para venda de gado em pé

Reinaldo Azambuja afirmou que o interessante é concentrar atividades em MS

22 OUT 2017Por ALINE OLIVEIRA13h:15

O governador Reinaldo Azambuja declarou que a diminuição da alíquota do ICMS de 12% para 7% concedida temporariamente para venda do gado em pé em Mato Grosso do Sul não será retomada, conforme solicitado pelo setor produtivo.

A afirmação foi concedida durante a coletiva realizada pela governadoria na última sexta-feira (20), quando ficou decidido que o frigorífico JBS retomará as atividades de sete plantas frigoríficas fechadas em diversas regiões do estado, na próxima terça-feira (24).

Na avaliação do chefe do executivo estadual, com a manutenção das atividades da holding JF e os investimentos de novas indústrias em construção no estado, não há necessidade retomar uma medida que foi tomada em caráter emergencial e temporário. “Depois das negociações firmadas com os representantes do JBS, não temos interesse de que os animais sejam vendidos para outras praças, mas, sim que seja abatidos e processados aqui”, argumenta Azambuja.

BENEFÍCIO PROVISÓRIO

A iniciativa surgiu em junho deste ano, em razão da instabilidade no valor da arroba, o que resultou em aumento de 122% nas vendas de animais para praças como São Paulo, Goiás e Paraná.

O benefício aos pecuaristas foi acolhido pela administração estadual em junho deste ano e permaneceu ativo por 90 dias, com intuito de equilibrar o mercado nacional de compra e venda de animais e evitar decréscimo no valor pago pela arroba.

Com a formalização de um acordo que será registrado nesta segunda-feira (23), a agroindústria se comprometeu a retomar as atividades dos frigorificos e continuar com as obras de novos empreendimentos em Dourados, Carapó e Sidrolândia.

Em contrapartida, o governo de Mato Grosso do Sul aceitou os termos apresentados pela empresa para pagamento da dívida acumulada, que oferecerá bens em garantia para que possa ter as contas desbloqueadas.

 

 

Leia Também