Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Economia

Gastos com alimentação e educação seguram inflação de julho

Vestuário e habitação tiveram as maiores altas no índice

10 AGO 2018Por LEANDRO ABREU11h:22

Gastos com alimentação e educação caíram no mês de julho e seguraram a inflação no índice de 0,33%, registrada pelo Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC/CG), de acordo com o Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes) da Uniderp. Vestuário e habitação tiveram as maiores altas no preço. Desaceleração veio após alta em junho.

Na avaliação do coordenador do Nepes/Uniderp, Celso Correia de Souza, esse resultado não aparentou reflexos significativos causados pela paralisação da categoria de transportadores, realizada em maio, como se era esperado. "O índice está dentro de uma certa normalidade, visto que outros meses deste ano já apresentaram taxas similares e julho é um período de inflação baixa", analisa o professor. No comparativo entre os sete meses de 2018, este é o terceiro maior indicador do ano e bem superior a julho de 2017 (-0,27%).

Os grupos que mais contribuíram para a elevação da inflação no mês passado foram vestuário, com taxa de 1,65% e contribuição de 0,25%; habitação, com índice de 0,53% e participação para o índice de inflação de 0,17%; e Despesas Pessoais, com indicador de 1,06% e colaboração de 0,09%.

Apenas dois grupos apresentaram deflações, segurando o crescimento da inflação do mês. São eles Alimentação, com deflação de (-1,81%) e contribuição para o índice de inflação de (-0,25%) e Educação, com deflação de (-0,25%) e contribuição para o índice de (-0,07%).

No acumulado dos sete primeiros meses de 2018, a inflação totaliza 2,44% e em 12 meses está em 4,05%, muito próxima do indicador estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional (CNM): 4,5% como meta da inflação para este ano.

O Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC/CG) é um indicador da evolução do custo de vida das famílias dentro do padrão de vida e do comportamento racional de consumo. O IPC busca medir o nível de variação dos preços mensais do consumo de bens e serviços, a partir da comparação da situação de consumo do mês atual em relação ao mês anterior, de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos. A Uniderp divulga mensalmente o IPC/CG via Nepes.

*Com assessoria

Leia Também