Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

GREVE

Fronteira com a Bolívia permanece fechada há 19 dias

Comando da Polícia Boliviana também anunciou apoio à mobilização

10 NOV 19 - 14h:36SÚZAN BENITES

A fronteira da Bolívia com a cidade sul-mato-grossense de Corumbá está fechada pelo 19º dia. Apenas pedestres podem circular pela faixa fronteiriça.A greve geral no País vizinho ainda não tem data para terminar. O comando da Polícia Boliviana também anunciou apoio à mobilização.

Conforme informações do jornal Diário Corumbaense, ainda não há determinação para o fim da mobilização que envolve praticamente todas as cidades bolivianas. O protesto realizado por lideranças políticas contrárias ao presidente Evo Morales, exige a renúncia do chefe de Estado boliviano, reeleito nas eleições presidenciais de 20 de outubro para o quarto mandato.

Entre as cidades que fazem fronteira com Corumbá, os municípios de Arroyo Concepción, Puerto Quijarro e Puerto Suárez permanecem com a fronteira bloqueada neste domingo (10). Apenas a circulação de pedestres e casos de extrema urgência, como a passagem de ambulâncias, são permitidos.

Neste sábado (9) o comando da Polícia Boliviana, em algumas cidades, também anunciou apoio à mobilização. Mas, em algumas regiões, manifestantes contrários e favoráveis ao atual governo, entraram em conflito.

Já na região de fronteira, conforme a imprensa local do lado boliviano, moradores das cidades fronteiriças se deslocaram até a unidade policial em Puerto Suárez, para saber o posicionamento do órgão. Um policial que recebeu a imprensa, afirmou que o comando da região também estava “junto ao povo”, informou o Diário Corumbaense.

Em Santa Cruz de La Sierra, na manhã deste sábado, policiais de diferentes unidades chegaram de caravana ao Comando Departamental para reforçar o motim da instituição Verde-Oliva que começou na noite de sexta-feira (8). Enquanto isso, a população fora do prédio exigia a saída do comandante Igor Echegaray.

PROTESTOS

Segundo a imprensa boliviana, nas últimas horas, houve ataques a residências, incluindo de familiares de Morales, e prédios públicos. No Twitter, Morales denunciou que “fascistas” incendiaram a casa dos governadores de Chuquisaca y Oruro, e também de sua irmã, Esther Morales, em Oruro. Emissoras de rádio e TV estatais, como a Bolívia TV, foram alvo de protestos.

PRESIDENTE

Conforme informações da Agência Brasil, o presidente Evo Morales anunciou, neste domingo, a realização de um novo pleito nacional, em data ainda a ser definida. “Decidi convocar novas eleições nacionais que, mediante o voto, permita ao povo boliviano eleger democraticamente a suas novas autoridades, incorporando novos atores políticos [ao processo político]”, disse Morales ao anunciar sua decisão.

O presidente Boliviano também anunciou que irá substituir os atuais membros do Tribunal Superior Eleitoral. “Nas próximas horas, a Assembleia Legislativa Plurinacional, de acordo com todas as forças políticas, estabelecerá os procedimentos para isto”.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Secretário diz que reforma focará em tributação do IR, inclusive lucros e dividendos
REFORMA TRIBUTÁRIA

Secretário diz que reforma focará em tributação do IR, inclusive lucros e dividendos

"Gatos" na rede poderiam abastecer Corumbá e Bonito
ENERGIA ELÉTRICA

"Gatos" na rede poderiam abastecer Corumbá e Bonito

Calendário do 13º e de salários de fim de ano será divulgado em 2 de dezembro
SERVIÇO PÚBLICO

Calendário do 13º e de salários de fim de ano será divulgado em 2 de dezembro

Mato Grosso do Sul tem a 2ª menor taxa de desempregados do País
EMPREGOS

Mato Grosso do Sul tem a 2ª menor taxa de desempregados do País

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião