Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

Economia

FGV registra inflação de 0,13%
na última semana de agosto

Recuo foi constatado em sete capitais

4 SET 2017Por Portal Brasil21h:00

A inflação voltou a cair. Segundo levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV), entre a semana terminada em 22 de agosto e a encerrada em 31 de agosto, o indicador passou de 0,33% para 0,13%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (4).

De acordo com a FGV, todas as sete capitais avaliadas na pesquisa mostraram queda da inflação no período. Salvador passou de -0,01% para -0,29%; Brasília recuou de 0,48% para 0,37%.

A lista segue com Belo Horizonte (de 0,34% para 0,24%), Recife (de -0,10% para -0,26%), Rio de Janeiro (de 0,30% para 0,11%), Porto Alegre (de 0,57% para 0,36%) e São Paulo (de 0,38% para 0,18%).

Entenda o que é inflação

Inflação era uma palavra mais presente na vida do brasileiro até meados dos anos 1990, principalmente antes do Plano Real. Somente depois da criação da atual moeda brasileira, o País pôde viver momentos de mais calmaria nos preços.

Antes do real, a vida das famílias tinha uma forte imprevisibilidade. Não era possível fazer planos de longo prazo porque era impossível saber quanto um carro, um saco de arroz ou um chocolate custariam no dia seguinte.

Quando um trabalhador recebia o salário, corria para o supermercado para fazer as compras do mês. O dinheiro perdia valor constantemente e era preciso trocá-lo por bens ou deixar aplicado em investimentos para não ficar no prejuízo.

Na prática, inflação é quanto o preço de um produto varia em um determinado período. Supondo que uma cenoura custasse R$ 2 em janeiro de 2010 e que em junho tivesse subido para R$ 2,10, a inflação da cenoura seria de 5% entre janeiro e junho.

Leia Também