Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ÁGUA CLARA

Fábrica de MDF no Estado vai<br> começar a operar em janeiro

GreenPlac deve gerar 200 empregos diretos e outros 500 indiretos
16/09/2017 06:30 - ROSANA SIQUEIRA


 

A fábrica da GreenPlac, indústria de chapas de madeira reconstituída de média densidade (MDF), em Água Clara, na região leste de Mato Grosso do Sul, recebe na segunda-feira o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, que fará uma visita às instalações do local, o qual terá impacto direto na criação de novos empregos e no mercado de trabalho da região.

Com o cronograma de implantação cumprido, com as instalações civis e de infraestrutura já concluídas, e a montagem mecânica dos equipamentos em progresso com o início de testes marcados para novembro de 2017, a expectativa é de que a inauguração da primeira fase aconteça em janeiro de 2018, atingindo sua capacidade plena de operação até abril de 2018.  

A capacidade de produção será de 250 mil m³ por ano, gerando 200 empregos diretos e mais de 500 empregos indiretos, o que trará um impacto bastante positivo para a economia da região. 

O investimento total foi de R$ 330 milhões em recursos próprios e com participação de um banco alemão.

O investimento em plantio de eucalipto é de R$ 75 milhões. A Asperbras está investindo na formação de seus profissionais por meio de cursos preparatórios, em parceria com o Senai de Três Lagoas e a prefeitura de Água Clara, para capacitar os novos e futuros funcionários em disciplinas como automação, instrumentação, manutenção mecânica básica, além de operação de empilhadeiras e de máquinas.

A produção será destinada ao mercado interno, sobretudo para a indústria moveleira, uma das principais consumidoras de chapas de MDF, e a empresa já prevê, inclusive, a expansão de sua capacidade de produção, em uma segunda etapa.

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!