Sexta, 15 de Dezembro de 2017

corredor bioceânico

Expedição da Rota de Integração
sairá dia 25 de Campo Grande

Trajeto tem 2,2 mil quilômetros é faz parte do projeto do corredor

12 AGO 2017Por DANIELLA ARRUDA04h:00

Marcada para sair no dia 25  de Campo Grande, a II Expedição da Rota de Integração Latino-Americana (Rila) integrará uma grande comitiva, composta por empresários e autoridades brasileiras, com destino aos portos do Chile.

Eles farão o trajeto de 2.220 quilômetros definidos após estudos técnicos, que compreende as cidades de Porto Murtinho (MS), Loma Plata, Mariscal Estigarribia (PY), Tartagal (Argentina), San Salvador de Jujuy, San Pedro do Atacama e Antofagasta (Chile).

À frente da organização da viagem e desse ambicioso projeto, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul (Setlog/MS), Cláudio Cavol, explica que essa segunda expedição comprova a perfeita viabilidade do corredor sul para escoar a produção agropecuária e industrial  brasileira.

“A Rila é a alternativa para aumentar as exportações de nossos produtos. Nas incursões realizadas anteriormente,  identificamos a viabilidade, tanto comercial quanto de logística, desse corredor que ligará os portos do Oceano Pacífico aos portos do Atlântico”, explica.

Com a utilização da via, a comercialização internacional de grãos poderá atingir 135 milhões de toneladas e a saída pelo Oceano Pacífico reduzirá em cerca de 11 mil quilômetros de rota marítima o percurso feito atualmente pelo Oceano Atlântico.

A I Expedição da Rila ocorreu em setembro de 2013 e, desde então, o Setlog-MS realizou outras três viagens de prospecção em que foram mapeadas as possíveis rotas, até chegar a essa última, por Porto Murtinho.

“Ela é a mais barata e que atende às necessidades técnicas para atingirmos os portos do Chile”, afirma Cavol.

Ele ressalta ainda o apoio que o atual Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) têm dado a esse projeto.

A expedição será formada por 30 caminhonetes Amarok, que deixarão Campo Grande no dia 25 de agosto, com retorno previsto em 3 de setembro.

Leia Também