Domingo, 20 de Maio de 2018

Cadastro positivo

Expansão do crédito pode chegar
a R$ 10,3 bilhões em MS

O montante deverá ser liberado a empresas de todos os portes

18 MAI 2018Por DA REDAÇÃO06h:00

O novo modelo de Cadastro Positivo deve ter grande impacto na geração de negócios de Mato Grosso do Sul, por meio de expansão do crédito a empresas de todos os portes, que pode chegar a R$ 10,3 bilhões. A principal parte desse montante, cercade R$ 7,5 bilhões, será destinado às micro e pequenas empresas, que empregam significativa parcela da mão de obra local. Os dados são de estudo realizado pela ANBC (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito).

Para o presidente da ANBC, Elias Sfeir, os dados encontrados confirmam a importância do Cadastro Positivo para a economia do Estado, ao promover a inclusão automática do consumidor nessa base de dados. Do ponto de vista do cidadão, sua importância se revelaria pela inserção de 566 mil pessoas hoje excluídas do mercado de crédito e pela forte redução da inadimplência, que atinge 39,5% dos sul-mato-grossenses.  Do ponto de vista das empresas, pelo estímulo aos negócios em geral e, principalmente, às atividades das micro e pequenas empresas, que terão mais disponibilidade de crédito e a custo mais baixo.

Atualmente, a média de aprovação de crédito junto às micro e pequenas empresas sul-mato-grossenses é de 49,8% sem o Cadastro Positivo. Com a inserção automática e obrigatório ao Cadastro, o percentual subiria para 70,2%, o que representa um aumento de 20,3%. A pesquisa constatou ainda que o número de micro e pequenas empresas com acesso ao crédito, que é de pouco mais de 130 mil,  subiria para mais de 183 mil com o novo Cadastro Positivo, um acréscimo de mais de 53 mil MPEs ou cerca de 40% a mais.

* Leia a reportagem, de Eduardo Fregatto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também