Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBUSTÍVEIS

Com redução do imposto, Etanol fica em média R$ 9 centavos mais barato

Na contramão, gasolina subiu R$ 13 centavos no Estado
25/02/2020 09:30 - Fábio Oruê


Redução em cinco pontos percentuais - caiu de 25% para 20% - no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do etanol teve efeito nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul e foi registrada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). 

Conforme pesquisa de preços divulgada pelo órgão, o preço médio do etanol, no Estado, na semana do dia 9 de fevereiro ao dia 15 era de R$ 3,71 e caiu R$ 8 centavos na semana posterior - do dia 16 ao 22 -, que passou a custar R$ 3,62.

 
 

Em Campo Grande, a diferença entre preços cobrados foi maior que a média do Estado. Na semana retrasada estava em R$ 3,63 e na posterior a média é de R$ 3,52, acarretando uma redução de cerca de R$ 11 centavos ao bolso do consumidor. 

Já a média estadual da gasolina apresentou aumento, segundo o levantamento, saindo de R$ 4,35 para R$ 4,48 de uma semana para a outra - representando um aumento de R$ 13 centavos. Na Capital o aumento de R$ 17 centavos é maior que a média apresentada no Estado. Em uma semana, os postos de Campo Grande cobravam R$4,25 e na seguinte R$ 4,42. 

Ao mesmo passo que o Governo reduziu o ICMS do etanol, também aumentou a alíquota da gasolina de 25% para 30%. O incentivo ao uso do etanol, que é uma produção local, por parte dos consumidores é a justificativa para tais mudanças.

 

 

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.