terça, 14 de agosto de 2018

arrecadação do gás

Estado tem perda de R$ 142,2 milhões
no primeiro semestre

Para este mês, a projeção é de queda de 50%

8 JUL 2017Por DA REDAÇÃO05h:00

O governo do Estado encerrou o primeiro semestre deste ano com queda de 26,40% na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do gás natural.

Uma das principais fontes de receita estadual, a importação do gás natural tem oscilado desde o ano passado e se agravou no início deste ano, em decorrência da nova política adotada pela Petrobras. 

Conforme levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), de janeiro a junho deste ano, a arrecadação do ICMS do gás havia gerado R$ 396,584 milhões aos cofres públicos estaduais.

O resultado equivale a R$ 142,294 milhões a menos, quando comparado com o mesmo período do ano passado – no primeiro semestre de 2016, a arrecadação havia fechado em R$ 538,879 milhões.

A média mensal neste ano foi de R$ 66,097 milhões, até o momento. Enquanto que, de janeiro a junho do ano passado, a média havia sido de R$ 89,813 milhões. 

Essa queda se deve principalmente aos comportamentos registrados entre os meses de janeiro e março, quando a importação do gás boliviano pela Petrobras caiu pela metade.

*Leia reportagem, de Renata Prandini e Lucia Morel, na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

Leia Também